Mercado fechado

Conheça o método dos potes para economizar dinheiro

Conheça o método dos potes para te ajudar no planejamento financeiro e a economizar (Getty Images)

Se você não consegue economizar de jeito algum e toda hora está com aquela sensação que está gastando demais de um lado e faltando dinheiro de outro, saiba que você não está sozinho e, melhor ainda, que esse sufoco pode ter solução. Um dos truques mais utilizados para esse tipo de situação é o “método dos potes”.

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

Mas o que é esse método? O conceito remete a potes de verdade, nos quais você poderia guardar seu rico dinheirinho. Como você não vai tirar todo o dinheiro do banco para guardá-lo em casa (não faça isso!), a ideia é que você divida virtualmente o seu montante em partes, seguindo os valores determinados para cada necessidade.

Leia também

Assim, você consegue administrar melhor o seu dinheiro e também a estabelecer limites de gastos. Ou seja, se chegou no limite estipulado para determinada coisa e o dinheiro acabou, talvez você esteja gastando demais nesse quesito. Veja como separar o seu dinheiro mensalmente da melhor forma, lembrando que esse é um modelo para você entender como funciona, e então, adaptá-lo de acordo com o seu estilo de vida.

Pote 1: necessidades básicas e contas fixas

Para esse “pote”, o ideal é separar de 55% a 60% do seu orçamento mensal. Aqui entram itens como: conta de água, luz, gás ou eletricidade, aluguel, transporte, impostos, alimentação. Ou seja, tudo que você obrigatoriamente tem que pagar.

Pote 2: lazer porque você merece

Separe 10% do seu orçamento para essa área. Muita gente acredita que esse é um dos primeiros itens que deve ser eliminado do orçamento quando você está querendo economizar. Mas a verdade é que se você não separar um valor para fazer coisas que tragam um pouco de diversão e te sirvam de válvula de escape, as chances de você se autossabotar depois de pouquíssimo tempo são grandes. E então você voltará para estaca zero da economia domiciliar, penando para equilibrar o orçamento.

Pote 3: economias e investimentos para o futuro

Este “pote” é para aquele dinheiro da reserva de emergência e também para investir no futuro - especialmente se você faz parte da geração mais jovem que provavelmente terá que recorrer a alternativas para a aposentadoria. Se você reservar 10% do seu dinheiro para essa finalidade, já pode comemorar: finalmente você vai ter um dinheirinho para não se preocupar daqui uns anos. Lembre-se: quanto mais você conseguir poupar aqui, melhor. Então 10% é o mínimo. Se conseguir economizar mais, é você quem ganha.

Pote 4: educação para crescer profissionalmente 

Aqui você pode ter uma reserva para fazer aquele curso que tanto queria. Pode até pagá-lo à vista, sem juros, e ainda conseguir negociar um desconto. Educação é um item importante da lista de investimentos, porque se você investe em você mesmo, poderá sempre crescer profissional e pessoalmente. Separe 10% do orçamento para esse quesito.

Pote 5: reservas para grandes compras

Grandes compras como televisão, geladeira, computador e carro merecem uma reserva prévia. Separe de 5% a 10% do seu montante mensal e, quando conseguir a quantia suficiente para pagar à vista, aí sim é hora de comprar aquele equipamento que você tanto deseja.

Pote 6: vá com calma nos presentes 

Precisa comprar presentes de Natal, de aniversário, ou o que quer que seja para os outros? Deixe uma quantia já separada para isso: 5% do seu orçamento é o suficiente. Tendo o limite, você também não precisa se preocupar em comprar coisas caras. Afinal, se alguém merece o seu dinheiro, essa pessoa tem de ser especial, como amigos ou familiares próximos, não é mesmo? O valor não foi gasto em um mês? Que tal entregá-lo a quem necessita? Há diversas instituições e ONGs que podem aproveitar muito bem esse valor.

Dica bônus: Dá para fazer ajustes 

Lembre-se sempre que a somatória é sempre 100%. Então você pode fazer pequenos ajustes nas porcentagens para que caibam no seu estilo de vida, mas sempre tomando o cuidado de não fugir muito da margem já estabelecida nesse modelo. Se atualmente você estiver gastando 80% da sua renda com contas fixas, por exemplo, ou 60% com lazer, reorganize os gastos para que o mês não fique tão apertado.