Mercado abrirá em 2 h 50 min
  • BOVESPA

    107.249,04
    -1.819,51 (-1,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.078,70
    +352,74 (+0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,52
    +0,06 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.802,30
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    17.213,91
    +377,46 (+2,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    405,88
    +11,19 (+2,84%)
     
  • S&P500

    3.963,51
    +29,59 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    33.781,48
    +183,56 (+0,55%)
     
  • FTSE

    7.471,99
    -0,18 (-0,00%)
     
  • HANG SENG

    19.900,87
    +450,64 (+2,32%)
     
  • NIKKEI

    27.901,01
    +326,58 (+1,18%)
     
  • NASDAQ

    11.688,75
    +43,25 (+0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5314
    +0,0308 (+0,56%)
     

Metaverso e moda: 4 marcas de roupas no ambiente virtual

Metaverso: a Zara anunciou em dezembro do ano passado a produção de roupas para avatares usarem universo digital. Foto: Reprodução / Zara.
Metaverso: a Zara anunciou em dezembro do ano passado a produção de roupas para avatares usarem universo digital. Foto: Reprodução / Zara.
  • Marcas e empresas já enxergam no metaverso a oportunidade de lançar e divulgar seus produtos por lá;

  • O ecossistema virtual pode representar uma oportunidade de receita anual de mais de 1 trilhão de dólares;

  • Reserva, por exemplo, lançou NFTs do Pistol Bird, "pássaro pistola”, uma versão do logo da marca.

Desde que Mark Zuckerberg em outubro do ano passado anunciou a mudança de nome da empresa Facebook para Meta junto com a apresentação do ambiente metaverso da big tech, o conceito que define esse novo ecossistema virtual passou a ser assunto na mídia e nas redes sociais.

Em resumo, o metaverso é um espaço online compartilhado por pessoas e empresas através da utilização de realidade virtual e realidade aumentada. É possível comprar terrenos no metaverso, interagir com outros usuários por meio de avatares, entre outras possibilidades de sociabilidade do mundo não virtual dentro desse universo digital.

Marcas e empresas já enxergam no metaverso a oportunidade de lançar e divulgar seus produtos por lá. De acordo com o relatório da Grayscale, gestora de criptoativos, o ecossistema virtual pode representar uma oportunidade de receita anual de mais de 1 trilhão de dólares

Aproveitando essa onda de expectativas sobre o metaverso, ainda que seja algo novo mas que chegou para ficar, algumas marcas do mundo da moda já estão presentes e divulgando coleções de roupas e outros produtos. Veja a seguir algumas delas:

  1. Reserva

  2. Zara

  3. H&M

  4. Renner

Reserva

A marca de moda brasileira, que faz parte do grupo AR&Co anunciou na última semana a Reserva X, a primeira incursão da empresa no metaverso.

A Reserva lançou NFTs do Pistol Bird, "pássaro pistola”, uma versão do logo da marca. Seis artes com 81 NFTs cada foram disponibilizadas aos compradores, que esgotaram 486 tokens no mesmo dia, totalizando R$ 900 mil em vendas.

Está previsto um outro lançamento, ainda sem data, de seis artes em formato NFT.

Zara

A famosa grife espanhola anunciou em dezembro do ano passado a produção de roupas para avatares usarem no metaverso. A marca afirmou ainda que as roupas existiram tanto no mundo virtual quanto no mundo físico para que os clientes possam usar nos dois ambientes a mesma roupa.

Em um tuíte, a Zara informou que está é uma colaboração com a marca de roupas sul-coreana Ader Error.

A coleção já está disponível na loja virtual ADERRORXZARA na plataforma ZEPETO, onde os usuários podem criar seus avatares.

H&M

A varejista de moda sueca H&M em parceria com a Ceek, desenvolvedora de experiências sociais virtuais, lançou uma loja virtual no metaverso.

A desenvolvedora oferece diversas experiências na cidade Ceek do metaverso, incluindo uma arena de concertos, teatro e um complexo esportivo.

Renner

Outra varejista a lançar uma loja virtual no metaverso foi a Renner. O ambiente virtual funciona no jogo Fortnite e promete ser fidedigno às lojas físicas.

A iniciativa foi batizada de Renner Play e pretende oferecer mini games interativos dentro do ambiente do jogo. Além da distribuição dos jogos na loja virtual, alguns ambientes terão QR Codes que direcionarão os jogadores para a loja as seções feminino, masculino e infantil — inclusive com produtos na temática do jogo e selo Re, de moda responsável.