Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.059,53
    -144,00 (-0,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Metas trimestrais com Argentina serão revisadas por impacto da guerra na Ucrânia, diz porta-voz do FMI

Diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, e ministro da Economía da Argentina, Martín Guzmán

WASHINGTON/BUENOS AIRES (Reuters) - As metas trimestrais da Argentina no acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI) serão revisadas para refletir o impacto da guerra na Ucrânia, disse nesta quinta-feira o porta-voz do FMI, Gerry Rice.

As metas anuais do programa não mudarão, disse Rice a repórteres.

A Argentina fechou em março um programa de crédito de 44 bilhões de dólares no qual se comprometeu a aumentar as reservas do banco central, baixar a inflação e cortar os subsídios, entre outras coisas.

Na véspera, o FMI disse que todas as metas quantitativas do programa para o primeiro trimestre de 2022 haviam sido atingidas, liberando o país para receber 4,03 bilhões de dólares.

"Não há contratempos nos desembolsos, todos os prazos previstos foram cumpridos", disse o ministro da Economia argentino, Martín Guzmán, em declarações em rádio.

"O programa econômico que tivemos que negociar com (o) FMI para renegociar a dívida está sendo cumprido", disse ele.

O acordo revisado está sujeito à aprovação da diretoria, que é esperada nas próximas semanas.

(Reportagem de Jorgelina do Rosario em Washington e Walter Bianchi em Buenos Aires)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos