Mercado fechará em 5 h 19 min
  • BOVESPA

    109.441,21
    +327,05 (+0,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.029,99
    +221,43 (+0,49%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,92
    +2,21 (+2,88%)
     
  • OURO

    1.642,50
    +9,10 (+0,56%)
     
  • BTC-USD

    20.190,88
    +989,18 (+5,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    461,43
    +2,29 (+0,50%)
     
  • S&P500

    3.691,57
    +36,53 (+1,00%)
     
  • DOW JONES

    29.497,86
    +237,05 (+0,81%)
     
  • FTSE

    7.029,87
    +8,92 (+0,13%)
     
  • HANG SENG

    17.860,31
    +5,17 (+0,03%)
     
  • NIKKEI

    26.571,87
    +140,32 (+0,53%)
     
  • NASDAQ

    11.456,00
    +139,75 (+1,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1423
    -0,0371 (-0,72%)
     

Meta Quest Pro tem visual completo vazado um mês antes da estreia

O Quest Pro, óculos de realidade mista da Meta (antigo Facebook), está previsto para ser revelado apenas em outubro de 2022. Contudo, um usuário do Facebook compartilhou imagens de uma suposta amostra para desenvolvedores do headset de realidade virtual (VR) e aumentada (AR) que entrega os primeiros detalhes do visual do acessório.

Conforme as imagens e o vídeo divulgados por Ramiro Cárdenas, o suposto Quest Pro é bem semelhante às imagens vazadas do Project Cambria da Meta. O headset premium tem três câmeras frontais e vem acompanhado de controles remodelados que substituem os modelos no formato loop dos antigos dispositivos.

Além de destacar o nome “Meta Quest Pro”, a caixa do produto traz um aviso indicando ser uma amostra para desenvolvedores que não poderia ser comercializada. Ademais, segundo as informações do The Verge, os óculos de realidade mista teriam sido encontrados em um quarto de hotel e uma pessoa já teria se identificado como dona do aparelho.

Estreia do Meta Quest Pro

Mark Zuckerberg, CEO da Meta, confirmou que o headset AR/VR premium será revelado no Meta Connect 2022 ao lado de outros anúncios relacionados ao Metaverso. A conferência anual da companhia dona do Facebook será realizada no próximo dia 11 de outubro.

Anteriormente, o executivo sugeriu que o dispositivo entregará uma “experiência completa de realidade virtual”. Sendo mais que um acessório para jogos, o modelo deve adotar sensores adicionais para rastreamento ocular e do rosto do usuário.

Para mais, o novo acessório tem o objetivo de facilitar a integração entre recursos de realidade virtual e de realidade aumentada. Bem como, os óculos de realidade mista devem servir de incentivo para que mais pessoas acessem e experimentem o Metaverso.

O recente vazamento reforça a teoria de que o headset premium realmente se chamará Meta Quest Pro. Em julho deste ano, diversas referências ao nome do produto foram encontradas no código da Meta pelo desenvolvedor Steve Moser.

Por fim, Zuckerberg afirmou que os novos óculos de realidade mista serão consideravelmente mais caros que o Meta Oculus Quest 2. Atualmente, o “antigo” aparelho da Meta é vendido por US$ 399 (cerca de R$ 2.042 na atual conversão direta).

Suposta versão para desenvolvedores do Meta Quest Pro é bem semelhante as imagens de renderizações do Project Cambria (Imagem: Reprodução/Brad Lynch)
Suposta versão para desenvolvedores do Meta Quest Pro é bem semelhante as imagens de renderizações do Project Cambria (Imagem: Reprodução/Brad Lynch)

Concorrente da Apple

A Apple também deve entrar no mercado de headsets de realidade mista em breve. Rumores indicam que os óculos AR/VR da empresa devem estrear no início de 2023 e, segundo analistas, terão o potencial para revolucionar a indústria.

O aparelho premium da Maçã deve ter dois displays Micro LED com alta resolução, uma tela OLED com visão periférica e sensores de câmera avançados para a exibição do ambiente ao redor. Com todas essas tecnologias, o dispositivo poderá custar algo em torno de US$ 3 mil (~R$ 15.359).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: