Mercado abrirá em 1 h 1 min
  • BOVESPA

    106.373,87
    -553,92 (-0,52%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.973,27
    +228,35 (+0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,34
    +1,52 (+1,81%)
     
  • OURO

    1.809,80
    -6,70 (-0,37%)
     
  • BTC-USD

    41.972,18
    -852,49 (-1,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.005,00
    -20,73 (-2,02%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.553,05
    -58,18 (-0,76%)
     
  • HANG SENG

    24.112,78
    -105,25 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    28.257,25
    -76,27 (-0,27%)
     
  • NASDAQ

    15.311,75
    -284,00 (-1,82%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2938
    0,0000 (0,00%)
     

Meta exigirá terceira dose para volta aos escritórios

·2 min de leitura
A Meta, empresa controladora do Facebook, exigirá que os funcionários tenham recebido uma injeção de reforço COVID-19 para poder trabalhar em seus escritórios nos EUA. (Omar Marques/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
  • Meta exigirá que os funcionários tenham um reforço COVID-19 para retornar ao escritório

  • As mudanças são anunciadas à medida que a contagem de casos do COVID-19 aumenta nos EUA

  • Apple, Google e Microsoft mudaram datas de retorno aos escritórios

A Meta, empresa controladora do Facebook, exigirá que os funcionários tenham recebido uma injeção de reforço COVID-19 para poder trabalhar em seus escritórios nos EUA, conforme relatado pelo The Wall Street Journal.

Leia mais

Meta já havia dito que os funcionários do escritório dos EUA teriam que ser vacinados contra o COVID-19 quando voltassem ao escritório, mas a partir de 28 de março, eles também precisariam de uma prova de uma vacina de reforço, confirmou a porta-voz da Meta, Tracy Clayton. A empresa também está adiando a reabertura de seu escritório completo até 28 de março, adiando um retorno que havia sido definido anteriormente para o final deste mês.

Nem todos os funcionários da Meta terão que retornar ao escritório no dia 28 de março. Aqueles que querem voltar podem adiar seu retorno por três a cinco meses, uma política que foi anunciada pela primeira vez em dezembro.

A empresa também está permitindo que os funcionários solicitem trabalhar remotamente em tempo integral. Os funcionários agora terão até 14 de março para decidir se querem voltar ao escritório, adiar seu retorno ou solicitar trabalho remoto em tempo integral, disse Clayton.

A Meta, empresa controladora do Facebook, exigirá que os funcionários tenham recebido uma injeção de reforço COVID-19 para poder trabalhar em seus escritórios nos EUA. (REUTERS/Jose Luis Gonzalez)
A Meta, empresa controladora do Facebook, exigirá que os funcionários tenham recebido uma injeção de reforço COVID-19 para poder trabalhar em seus escritórios nos EUA. (REUTERS/Jose Luis Gonzalez)

Apple, Google e Microsoft mudaram datas

As mudanças estão sendo anunciadas à medida que a contagem de casos do COVID-19 está aumentando nos EUA, forçando empresas e organizações a mudar seus planos para reuniões presenciais. Os casos crescentes fizeram com que muitas empresas retirassem suas presenças físicas da CES deste ano, e a própria conferência foi encerrada um dia antes.

Na semana passada, tanto o Grammy Awards quanto o Sundance Film Festival anunciaram mudanças; o Grammy foi adiado em parte devido a preocupações com a variante omicron, enquanto o Sundance cancelou a programação presencial para seu evento de 2022.

Outras grandes empresas de tecnologia também mudaram recentemente seus planos de reabertura de escritórios. A Apple adiou indefinidamente seu retorno ao trabalho em dezembro, adiando uma reabertura previamente definida em 1º de fevereiro.

O Google planejava manter o trabalho no escritório voluntário até hoje, 10 de janeiro, mas a empresa adiou isso em dezembro, dizendo que esperaria até 2022 para fazer mais planos de retorno aos escritórios. A Microsoft desistiu de prever uma data de reabertura do escritório em setembro, e a Amazon anunciou em outubro que permitiria que equipes individuais decidissem quando retornariam aos escritórios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos