Mercado abrirá em 22 mins
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,26 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,77 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,28
    -4,81 (-5,22%)
     
  • OURO

    1.798,00
    -17,50 (-0,96%)
     
  • BTC-USD

    24.115,83
    -403,78 (-1,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    572,13
    +0,85 (+0,15%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,35 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.473,74
    -27,15 (-0,36%)
     
  • HANG SENG

    20.040,86
    -134,76 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    28.871,78
    +324,80 (+1,14%)
     
  • NASDAQ

    13.536,75
    -41,00 (-0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2170
    +0,0135 (+0,26%)
     

Meta adiciona recurso com limites pessoais ao metaverso após 'estupro virtual'

·3 min de leitura
'Limite Pessoal
'Limite Pessoal" entrará em ação se outros usuários ficarem a cerca de um metro e meio de outro avatar, disse a empresa (REUTERS/Dado Ruvic/Illustration)
  • "Assédio nos metaversos é uma questão séria que a indústria precisa se unir"

  • Meta busca transformar sua divisão de realidade virtual não lucrativa em uma lucrativa

  • Segundo relatório, ações da Meta sofreram uma grande queda - de quase 23%

O Meta, de Mark Zuckerberg, está adicionando um recurso para combater o assédio em realidade virtual dias depois que uma mulher disse que foi “praticamente estuprada por gangues” no metaverso da empresa. O recurso, chamado de “limite pessoal” (ou "Personal Boundary", em inglês), impedirá que os avatares virtuais de outros usuários “invadam o espaço pessoal do seu avatar”, disse a empresa na última sexta.

Recurso será lançado nos mundos de realidade virtual Horizon Worlds e Horizon Venues da Meta. “Se alguém tentar entrar no seu limite pessoal, o sistema interromperá o movimento para frente quando atingir o limite [...] acreditamos que o 'Personal Boundary' é um exemplo poderoso de como a RV tem o potencial de ajudar as pessoas a interagir confortavelmente”.

Leia também:

Caso de 'estupro virtual'

O 'Limite Pessoal" entrará em ação se outros usuários ficarem a cerca de um metro e meio de outro avatar, disse a empresa. A notícia vem depois que uma mãe britânica disse que foi “praticamente estuprada por gangues” enquanto testava o Horizon Worlds da Meta no final do ano passado. “Dentro de 60 segundos depois de entrar, eu fui assediada verbal e sexualmente por 3 ou 4 avatares masculinos, com vozes masculinas, essencialmente, mas praticamente estupraram meu avatar e tirei fotos. Enquanto eu tentava fugir eles gritaram, 'não finja você não amou' e 'vá se esfregar na foto'”, escreveu Nina Jane Patel, 43, em um post no blog.

Assédio no metaverso

Em uma declaração ao portal The New York Post, feito na última terça-feira, Patel pediu ao Meta que introduzisse recursos anti-assédio mais fortes. “O assédio nos metaversos é uma questão séria que a indústria precisa se unir para colocar em prática os controles e medidas de segurança corretos”, disse. Promover uma reputação limpa para os produtos do metaverso é crucial para a Meta, pois a empresa busca transformar sua divisão de realidade virtual não lucrativa - que perdeu cerca de US$ 10 bilhões no ano passado - em uma lucrativa à medida que o crescimento do Facebook estagna.

Queda dos usuários do Facebook

Zuckerberg argumentou que o investimento será recompensado a longo prazo, mas a grande maioria da receita da Meta ainda vem da venda de anúncios em seus sites de mídia social - e em um relatório de ganhos na quarta-feira passada, a Meta disse que o número de usuários ativos diários do Facebook caiu de 1,930 milhão para 1,929 milhão durante o quarto trimestre de 2021. representando a primeira queda no uso diário desde a fundação da empresa há 18 anos. As ações da Meta também sofreram uma grande queda, de quase 23% segundo o relatório.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos