Mercado abrirá em 7 h 49 min
  • BOVESPA

    108.402,27
    +1.930,27 (+1,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.354,86
    +631,46 (+1,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,53
    -0,23 (-0,25%)
     
  • OURO

    1.802,50
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    23.877,61
    +535,32 (+2,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    557,35
    +14,48 (+2,67%)
     
  • S&P500

    4.140,06
    -5,13 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    32.832,54
    +29,04 (+0,09%)
     
  • FTSE

    7.482,37
    +42,63 (+0,57%)
     
  • HANG SENG

    20.228,71
    +182,94 (+0,91%)
     
  • NIKKEI

    27.983,69
    -192,21 (-0,68%)
     
  • NASDAQ

    13.213,50
    +30,25 (+0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2117
    -0,0549 (-1,04%)
     

Meta é pagar Auxílio Brasil de R$ 600 em 9 de agosto, diz ministro

*Arquivo* BRASÍLIA, DF, 29.06.2022 - O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, conversa com o presidente Jair Bolsonaro durante evento no Palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*Arquivo* BRASÍLIA, DF, 29.06.2022 - O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, conversa com o presidente Jair Bolsonaro durante evento no Palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, afirmou nesta quinta-feira (21) que o Executivo federal pretende começar a pagar o Auxílio Brasil de R$ 600 até 9 de agosto. Em relação ao vale de R$ 1.000 para caminhoneiros, o objetivo é iniciar o pagamento em 5 de agosto, segundo Nogueira.

O chefe da pasta que coordena todos os ministérios do governo de Jair Bolsonaro (PL) também admitiu a dificuldade em viabilizar o benefício aos taxistas, que deve começar a ser pago apenas no fim de agosto.

Isso porque o governo não tem cadastro de todos os profissionais desta área do país e o pagamento dependerá de uma parceria com as prefeituras.

Sobre o Auxílio Brasil, ele negou que o aumento tenha fim eleitoral e disse que a meta é levar a verba a todos os beneficiários o quanto antes.

"Colocamos como data ideal 9 de agosto e estamos fazendo todo esforço do mundo para que a gente consiga cumprir essa data. Se não for, vai ser por um ou dois dias no máximo, mas a data que estamos trabalhando para que todos tenham acesso a esse recurso será dia 9", afirmou.

O pagamento dos benefícios só será possível graças à aprovação de uma PEC (proposta de Emenda à Constituição) que atropela as leis que versam sobre eleições e contas públicas para permitir ao governo turbinar benefícios sociais.

Isso ocorre às vésperas do início oficia das eleições e em meio a um cenário em que Bolsonaro aparece atrás do ex-presidente Lula (PT) em todas as pesquisas de intenção de votos. A ideia do Palácio do Planalto é que os aumentos nos benefícios alavanquem sua popularidade e o torne favorito contra o petista.

Ciro Nogueira é um dos líderes do centrão e foi um dos grandes defensores dos reajustes nos benefícios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos