Mercado fechado

Mestres do Universo: remake de He-Man pode estrear na Netflix

Nathan Vieira

Frente à possibilidade de um fracasso de bilheteria, a Sony Pictures está negociando com a Netflix para vender seu remake de He-Man, Mestres do Universo, estrelado por Noah Centineo (Para Todos os Garotos que Já Amei). Segundo o The Hollywood Reporter, o presidente do estúdio, Tom Rothman, está explorando a perspectiva de obter dinheiro sem risco para o projeto caro, levando-o à plataforma de streaming. As negociações são preliminares, mas esse acordo tornaria a Sony o próximo estúdio depois da Paramount a começar a fazer filmes pertencentes exclusivamente à plataforma.

A princípio, foi anunciado que esse filme chegaria aos cinemas em dezembro de 2017, mas a Sony acabou segurando o projeto. Embora o estúdio possa fazer parceria com alguém para dividir o custo do projeto e dividir os lucros das bilheterias, não há como dizer quão lucrativo seria o remake do famoso herói.

Sony negocia com Netflix para levar remake de He-Man para o streaming

Segundo o The Hollywood Reporter, a Sony quer reforçar seus resultados, em parte após um fracasso significativo no MIB: Homens de Preto Internacional. Josh Greenstein, co-presidente do grupo, levantou preocupações de que o estúdio gastou muito em marketing, especialmente em títulos que pareciam enfrentar ventos contrários que antecederam o lançamento. As negociações da Sony acontecem apenas um mês depois que a empresa vendeu Harbinger, uma adaptação de um quadrinho da Valiant Entertainment. Embora os termos do acordo não sejam conhecidos, o filme em questão deve entrar em produção ainda neste ano.

A Netflix já conta com um remake de She-Ra em seu catálogo, que é a série animada She-Ra e as Princesas do Poder, que atualmente conta com três temporadas. A primeira temporada foi inserida na plataforma de serviços streaming em 13 de novembro de 2018.

Remake da She-Ra faz parte do catálogo da Netflix desde 2018, refazendo a história da heroína clássica

Neste ano, a Sony teve um grande sucesso nos cinemas com o Homem-Aranha: Longe de Casa (co-produzido pelos estúdios Marvel da Disney), que faturou US$ 1,3 bilhão (R$ 5,4 bilhões) em todo o mundo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: