Mercado fechará em 2 h 28 min

Mester, do Fed, defende taxa de juros "um pouco acima" de 4%

Presidente do Fed de Cleveland, Loretta Mester

(Reuters) - O Federal Reserve precisará aumentar a taxa de juros um pouco acima de 4% até o início do próximo ano e depois mantê-la lá para levar a inflação alta de volta à meta do banco central, disse a presidente do Federal Reserve de Cleveland, Loretta Mester, nesta quarta-feira.

"Minha visão atual é que será necessário elevar a taxa básica de juros para um pouco acima de 4% no início do próximo ano e mantê-la lá; não prevejo que o Fed corte a meta de juros no próximo ano", disse Mester em comentários preparados para uma câmara de comércio local em Dayton, Ohio.

Atualmente, a taxa básica de juros do Fed está na faixa de 2,25% a 2,5%. Mester também repetiu comentários anteriores de que baseará sua decisão sobre se irá defender um terceiro aumento consecutivo da taxa de juros de 75 pontos-base no próximo mês principalmente nas perspectivas de inflação, em vez do relatório mensal de empregos.

A presidente do Fed de Cleveland disse que é muito cedo para concluir que a inflação atingiu o pico. Reduzir a inflação para a meta de 2% do Fed exigirá muita coragem, acrescentou Mester.

"Isso será doloroso no curto prazo, mas a inflação alta também", disse Mester.

(Reportagem de Lindsay Dunsmuir)