Mercado fechado

Mesmo eliminado, São Paulo vai manter Fernando Diniz

Jorge Nicola
·1 minuto de leitura
São Paulo de Diniz perdeu por 2 a 1 para o River, nesta quarta, na Argentina (Agustin Marcarian/Getty Images)
São Paulo de Diniz perdeu por 2 a 1 para o River, nesta quarta, na Argentina (Agustin Marcarian/Getty Images)

Apesar de o São Paulo estar eliminado da Libertadores com uma rodada de antecedência, Fernando Diniz não será demitido. E o responsável por bancar a permanência do treinador, em meio a uma série de resultados ruins, é Raí, diretor-executivo de futebol.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

A notícia da permanência de Diniz foi confirmada ao Blog por duas fontes diferentes do São Paulo. “A ideia do Raí é manter o treinador até o fim do ano, quando termina o mandato do Leco”, explica um dirigente bem próximo do presidente tricolor.

Leia também:

A decisão certamente vai causar pressão interna e externa. Antes de cair na fase de grupos da Libertadores, Diniz já havia acumulado eliminação vexatória contra o Mirassol, no Paulistão, é acusado de não dar padrão ao time e de desfigurar o elenco, contribuindo para as saídas de Pato, Everton, Anderson Martins...

Em campo, as coisas vão de mal a pior: o São Paulo não vence há seis jogos, com quatro empates e duas derrotas. O time ainda conheceu sua primeira derrota na história da Libertadores para o River - perdeu por 2 a 1, na Argentina -, e acumula nove jogos consecutivos levando pelo menos um gol.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos