Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +413,26 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    61.287,95
    -738,69 (-1,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,68 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6943
    -0,0268 (-0,40%)
     

Mesmo com pandemia, Porsche emplaca crescimento de 30% no Brasil

Redação Finanças
·1 minuto de leitura
Prague, Czech Republic - September 22, 2018: Cars in front of Porsche automotive company dealership building on September 22, 2018 in Prague, Czech Republic. Porsche stops making diesel cars after Volkswagen emissions scandal.
(Foto: Getty Images)

Mesmo com a crise gerada pelo coronavírus e a indústria de veículos tenha fechado 2020 com resultados negativos, o ano passado não foi ruim para todos. Uma das principais marcas de automóveis esportivos do mundo, a Porsche, aumentou suas vendas em 32% em comparação a 2019 e licenciou mais de 2 mil veículos importados.

Um dos principais motivos para a boa fase da fabricante é clássico 911, que não sai por menos de R$ 400 mil. Somando as versões 911 e 911 Turbo, vendeu 755 unidades em 2020 contra 247 em 2019. Outras marcas de luxo como a Volvo e Land Rover também conseguiram emplacar bons números em 2020.

Leia também:

Volvo foi a que mais vendeu veículos importados em 2020, a montadora emplacou 4.813 unidades em 2020, o que representou uma queda de 11,8% nas vendas em comparação à 2019. Já a Land Rover conseguiu 17,7% a mais do que no ano retrasado. Ao todo, 3.843 unidades foram vendidas. 

Apesar disso, a Abeifa (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores), que conta com quinze marcas filiadas, como a Porsche, Volvo e Land Rover, registrou uma queda de 12,7%. A Abeifa contou o licenciamento de 59.067 unidades, das quais 27.421 importadas e 31.646 veículos de produção nacional. Em 2019 foram comercializadas 67.686 unidades.