Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.950,50
    +913,69 (+1,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Mesmo com Gómez e Weverton, Palmeiras sofre com números negativos no sistema defensivo

·2 min de leitura


O sistema defensivo do Palmeiras não vive grande fase e apresenta números negativos na temporada. Somente no Brasileirão, são 32 gols sofridos em 25 partidas. O momento é ruim a ponto de nem Weverton e Gustavo Gómez, destaques no time, conseguirem fazer grande diferença em relação aos números.

Conforme levantamento do UOL, com a dupla em campo, o Verdão foi vazado 15 vezes em 12 ocasiões, o que garante uma média de 1,25 gol/partida. A média sem eles nos demais duelos do campeonato nacional, por sua vez, é de 1,30, o que demonstra pouco impacto da presença dos jogadores.

Outro dado é o de pontos conquistados. A média em partidas com Gómez e Weverton é de apenas 1,16 contra 1,6 na ausência de algum dos dois. Essa estatística, no entanto, sofre influência do nível dos adversário enfrentados, já que a dupla costuma ser escalada nos jogos mais difíceis.

Ainda assim, é possível perceber que o defensor e o goleiro não são capazes, sozinhos, de frear a fase negativa na defesa. O tema, inclusive, foi debatido mais de uma vez por Abel Ferreira durante entrevistas coletivas, mas o sinal de melhora ainda não apareceu.

Considerando que o ataque alviverde possui uma média de gols (1,48 por jogo) ainda mais alta que na última temporada, quando venceu a tríplice coroa, caso recupere a solidez defensiva, pode retomar o rumo das vitórias. No momento, são sete jogos sem triunfos, sendo cinco no Brasileirão.

Neste domingo (17), o Alviverde volta a campo para enfrentar o Internacional e tentar voltar a vencer pela competição. Para o duelo, que acontece às 16h (horário de Brasília) no Allianz Parque, o time deve contar com o retorno de Gómez e Weverton, que estavam com suas seleções por causa das Eliminatórias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos