Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.123,85
    -3.459,16 (-3,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.925,52
    -673,01 (-1,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,27
    -1,02 (-1,35%)
     
  • OURO

    1.736,80
    -0,70 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    41.719,65
    -805,44 (-1,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.029,87
    -27,27 (-2,58%)
     
  • S&P500

    4.352,63
    -90,48 (-2,04%)
     
  • DOW JONES

    34.299,99
    -569,38 (-1,63%)
     
  • FTSE

    7.028,10
    -35,30 (-0,50%)
     
  • HANG SENG

    24.332,01
    -168,38 (-0,69%)
     
  • NIKKEI

    29.389,44
    -794,52 (-2,63%)
     
  • NASDAQ

    14.829,50
    +64,75 (+0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3435
    +0,0009 (+0,01%)
     

Mesmo ‘cansadas’, ações dos EUA sugerem fôlego para ganhos

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O mercado acionário dos EUA talvez esteja “um pouco cansado”, mas tem combustível de sobra para continuar subindo, segundo o veterano estrategista Robert Doll.

O Standard & Poor’s 500 acumula alta superior a 20% este ano e subiu mais de 90% desde o tombo sofrido no início da pandemia de Covid-19, em março de 2020. Alguns investidores temem que ações tão caras não se sustentem, considerando que a variante delta do coronavírus ainda dificulta a expansão de alguns negócios.

No entanto, uma economia “ainda boa” significa que as ações “em geral sobem”, afirmou Doll, diretor de investimentos da Crossmark Global Investments, em entrevista ao programa Surveillance, da Bloomberg TV, na segunda-feira. “Uma boa economia significa bons lucros, então a alta tem sido e provavelmente continuará sendo a trajetória de menor resistência.”

Além do impacto da variante delta, Doll vê razões para cautela “na margem”, incluindo o fato de as estimativas para os lucros do terceiro trimestre terem atingido um pico no início de agosto e o rompimento de um padrão de 12 meses de avanço nas estimativas.

Discutindo o fôlego do mercado de ações, Doll — que já foi estrategista-chefe de renda variável da Nuveen Asset Management e da BlackRock — lembrou que “a ação média teve pico em junho”. “O que isso sugere? Isso sugere que o mercado está ficando um pouco cansado.”

Ainda assim, as empresas mostraram resiliência ao longo de uma pandemia que impediu setores da economia de funcionar durante meses. A política monetária flexível do banco central americano (Federal Reserve) e estímulos fiscais do governo federal ajudaram a sustentar os lucros corporativos e os preços das ações.

“Se alguém tivesse me dito que mais empresas do S&P 500 seriam beneficiadas do que prejudicadas pela Covid, eu não teria acreditado”, disse Doll. “Mas foi exatamente o que aconteceu. As companhias estão descobrindo como se transformar. Elas estão diante de juros muito baixos. Elas aprenderam a elevar preços em um ambiente onde o poder de precificação está voltando. Elas mantiveram os custos baixos. As companhias se transformaram de muitas maneiras que levaram a essas excelentes demonstrações de resultados.”

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos