Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,70
    +0,49 (+0,44%)
     
  • OURO

    1.845,20
    +4,00 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    29.233,26
    -952,78 (-3,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.836,50
    -41,75 (-0,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1526
    -0,0662 (-1,27%)
     

Ícone dos anos 90, Mesbla volta à ativa com loja 100% virtual

Mesbla volta com loja 100% virtual
Mesbla volta com loja 100% virtual
  • Marketplace da Mesbla já conta com 250 mil produtos, em 250 categorias diferentes;

  • Produtos vão desde eletrodomésticos a roupas de cama e brinquedos;

  • Empresários terão de pagar royalties pela utilização da marca.

Para provar que os anos 90 realmente estão de volta, os empresários Ricardo Viana e Marcel Jeronimo anunciaram a volta da Mesbla, antiga rede varejista que fez sucesso no Brasil e foi à falência no final da década de 90.

A marca agora retornará de forma 100% virtual através do site mesbla.com. A empresa atuará como um marketplace, isto é, uma plataforma onde diferentes lojas podem anunciar seus produtos para consumidores, que poderão comprar sob a segurança da Mesbla, que cuidará de todo etapa da transação, desde pagamento, quanto contato com a loja em caso de algum problema.

Viana e Jeronimo teriam comprado apenas a licença de uso do nome, da marca e da identidade visual da Mesbla para a utilização no marketplace. Ou seja, por enquanto não poderá ser aberta nenhuma loja física da Mesbla.

Os executivos também deverão pagar royalties para a Mesbla S.A., pelo uso de toda a marca. O investimento para colocar no ar toda a plataforma de comércio online, segundo os sócios, foi de R$ 500 mil. De pé desde ontem, o marketplace da Mesbla conta com 250 mil produtos, divididos em 250 categorias. O portfólio da varejista vai desde roupas de cama até eletrodomésticos, passando por móveis, brinquedos e eletrônicos.

"Nosso DNA não vai ser marketplace de nicho, vamos oferecer o máximo de categorias para atender o Brasil inteiro", disse Jeronimo ao UOL.

Essa não é o primeiro retorno da Mesbla. Em 2009 uma empresa de eletrônicos negociou a utilização da marca com objetivo de criar um site voltado ao público feminino no ano seguinte. Entretanto, a iniciativa não deu resultados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos