Mercado fechará em 3 h 38 min
  • BOVESPA

    117.139,72
    +909,60 (+0,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.779,31
    -267,27 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,49
    +0,97 (+1,12%)
     
  • OURO

    1.717,20
    -13,30 (-0,77%)
     
  • BTC-USD

    20.147,74
    +126,60 (+0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    455,90
    -2,50 (-0,55%)
     
  • S&P500

    3.759,59
    -31,34 (-0,83%)
     
  • DOW JONES

    30.142,27
    -174,05 (-0,57%)
     
  • FTSE

    7.052,62
    -33,84 (-0,48%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.520,50
    -120,25 (-1,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1418
    -0,0261 (-0,51%)
     

Mês do orgulho LGBTQIA+: 7 startups que levam a diversidade a sério nos negócios

LGBTQIA+: 7 startups que levam a diversidade a sério nos negócios Foto: Getty Creative.
LGBTQIA+: 7 startups que levam a diversidade a sério nos negócios Foto: Getty Creative.
  • De acordo com dados da Abstartups, das mais de 13 mil startups no país, apenas 3,9% possuem fundadores homossexuais, 1,5% bissexuais e 0,1% transgêneros;

  • Em termos de empregabilidade, 75,1% das startups brasileiras acreditam que apoiar a diversidade e inclusão em seus negócios é um fator importante;

  • Apesar do cenário ainda desfavorável, alguns empreendedores e líderes de startups têm lutado para mudar essa realidade.

No dia 28 de junho é comemorado o Dia do Orgulho LGBTQIA+, que já tem mais de 50 anos de existência. Atualmente, o tema pauta assuntos da sociedade civil e de empresas de todos os portes, principalmente no ecossistema de inovação.

De acordo com dados da Abstartups (Associação Brasileira de Startups), das mais de 13 mil startups no país, apenas 3,9% possuem fundadores homossexuais, 1,5% bissexuais e 0,1% transgêneros, enquanto 0,2% possui outra orientação sexual. Heterossexuais correspondem a 92,3% dos criadores de negócios com base tecnológica no país. Em termos de empregabilidade, 75,1% das startups brasileiras acreditam que apoiar a diversidade e inclusão em seus negócios é um fator importante, mas na prática, apenas 3,3% dessas entram em ação.

Apesar do cenário ainda desfavorável, alguns empreendedores e líderes de startups têm lutado para mudar essa realidade.

Conheça 7 startups que possuem em sua essência o apoio à diversidade e inclusão da comunidade LGBTQIA+.

  1. Semente Negócios

  2. Nubimetrics

  3. Casai

  4. Jobecam

  5. RoutEasy

  6. Hisnëk (IVI)

  7. Taqe

Semente Negócios

A Semente Negócios é uma empresa de educação empreendedora que tem o propósito de promover a prosperidade por meio da inovação, e possui um plano de diversidade estruturado. Com cerca de 27% dos colaboradores pertencentes à comunidade LGBTQIA+, a empresa adota algumas práticas para favorecer a igualdade entre os gêneros.

“Nós implantamos um processo seletivo inicial sem dados pessoais, além da prospecção ativa posicionada como diversa, comunicação empresarial posicionada a favor da diversidade, e ações internas como comitê de diversidade, conversas estruturadas e treinamento de diversidade”, afirma a sócia e diretora de operações da Semente, Alline Goulart.. Além desses benefícios, há também a licença-maternidade e paternidade de seis meses, incluindo casais homoafetivos.

Nubimetrics

A Nubimetrics é uma startup que empodera os sellers com dados inteligentes e chegou ao Brasil no início de 2021. Desde então, tem crescido em todo o território brasileiro, não apenas em faturamento, mas também em diversidade. Isso porque o maior cargo da startup no Brasil é ocupado pela Global Chief Revenue Officer, Juliana Vital, que além de especialista em dados para e-commerce, é tambpem pertencente à comunidade LGBTQIA+. Desta forma, a profissional tem o objetivo trazer ainda mais igualdade para o público no meio da inovação.

Casai

A Casai é uma startup de hospedagens que chegou ao Brasil em maio de 2021 e possui mais de 700 unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis e Brasília. Nico Barawid, CEO e Cofundador da Casai, foi considerado um dos líderes LGBTQIA+ mais relevantes no México, de acordo com uma edição especial da revista Expansión. A premiação busca reconhecer as pessoas que contribuem e inspiram a população LGBTQIA+ dentro e fora de suas posições a viver em liberdade, com visibilidade e sucesso.

Para o executivo, um dos pilares da empresa é criar espaços seguros ao redor do mundo e mudar a forma como as pessoas viajam. Sendo assim, é fundamental apoiar organizações que fazem o mesmo, ajudando no desenvolvimento de ambientes que sejam acolhedores e inclusivos para todas as comunidades.

Jobecam

A Jobecam, HRTech referência em seleção e D&I, ajuda empresas a terem processos seletivos mais diversos, justos e eficientes por meio da tecnologia de vídeo utilizando entrevistas anônimas, aplica ferramentas como currículos e entrevistas anônimas (ao vivo ou gravadas), eliminando os vieses inconscientes; interpretações prévias sobre o indivíduo quando é informado gênero, idade, raça, cor, etnia, orientação sexual, entre outras características mais pessoais.

Dessa forma, contribui para a inclusão de todas as comunidades que fazem parte dos recortes da sociedade, no ambiente corporativo. “Muitas vezes criamos percepções prévias sobre determinados grupos sociais com os quais já tivemos algum contato ou experiência na vida. Essa interpretação cria barreiras importantes em diversas situações e também na hora de realizar uma entrevista de emprego, por exemplo. Chamamos isso de viés inconsciente e a melhor forma de evitá-los é conhecê-los” salienta a CEO da Jobecam, Cammila Yochabell.

RoutEasy

A startup de logística oferece soluções de otimização, gestão e orquestração de entregas. Utilizando inteligência artificial e machine learning, a empresa desenvolveu um SaaS (Software as a Service) que permite economia de até 40% a seus mais de 350 clientes de diversos setores e tamanhos, além do Maestro, solução que possibilita same-day delivery para marcas com muita demanda de entrega de produtos diferentes presentes em diversos hubs de distribuição.

Internamente, a startup aposta na diversidade de profissionais a serem contratados.”Sou Coordenador de Suporte por conta de um convite direto do nosso CEO. Encontrei na RoutEasy um ambiente super acolhedor, onde eu posso ser eu mesmo com a oportunidade de me destacar profissionalmente, sendo a primeira vez que fui reconhecido ao ponto de assumir um cargo de gestão, sendo um homem negro e gay. O mais importante é que a representatividade dentro da nossa empresa é trabalhada com normalidade, fazendo com

que todos se sintam confortáveis em pertencer”, conta o profissional formado em jornalismo Washington Toledo.

Hisnëk (IVI)

Pensada como uma startup inclusiva e Hisnëk, healthtech brasileira especializada em auxiliar na prevenção de doenças emocionais no ambiente corporativo, por meio da Ivi, primeira assistente virtual de saúde emocional e bem estar no país. Após uma crise em meio a maternidade Carolina Dassie, CEO e fundadora da Hisnëk em 2014, decidiu então criar algo que impactasse as pessoas positivamente, com o intuito de trazer qualidade de vida e bem estar no ambiente corporativo. Além de ser especializada no auxílio mental dos colaboradores, a IVI busca que em seu quadro de funcionários tenham lideranças que inspiram a diversidade, como o Head de Marketing, Francisco Assis: “Para mim é fundamental ter esse olhar dentro da empresa e mais que isso, mostrar para nossos clientes que saúde mental e diversidade também caminham lado a lado”

A Ivi, é uma ferramenta relevante para a prevenção de doenças emocionais através da inteligência artificial, coletando dados de forma completamente anônima e então direciona cada usuário com a intervenção e orientação necessária para a saúde emocional do usuário. Toda a funcionalidade da Ivi é completamente testada e validada pelo hospital Albert Einstein.

Taqe

A Taqe, plataforma de recrutamento e seleção digital para vagas de emprego e cursos, é uma solução que ajuda empresas a criar processos de seleção mais inclusivos. Com a utilização de algoritmos e inteligência de dados, a solução utiliza jogos interativos para criar uma identidade profissional para os candidatos.A partir dela o recrutador consegue analisar o perfil com base no desempenho dos jogos e priorizar pessoas que fazem parte de grupos mais diversos.

Além de assumir o compromisso de garantir um ambiente de trabalho seguro e livre de discriminação para os colaboradores, a startup também contribui para a geração de mais oportunidades de ingresso no mercado de trabalho para jovens da comunidade LGBTQIAPN+. O Grupo Movile, um dos clientes da HRTech, usou o Taqe para fazer a triagem no seu programa de atração e recrutamento de jovens talentos. A meta era recrutar 70% de candidatos diversos, focando em grupos minorizados para a turma do Mobile Dream 2021. Ao final do programa foram contratadas 182 pessoas, sendo 32% LGBTI+, 40,1% consideradas pretas ou pardas e 54,9% mulheres.