Mercado abrirá em 7 h 20 min
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,69
    +1,51 (+2,28%)
     
  • OURO

    1.779,50
    +3,00 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    57.076,77
    -169,32 (-0,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.469,08
    +26,30 (+1,82%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.059,45
    -50,50 (-0,71%)
     
  • HANG SENG

    23.804,87
    +329,61 (+1,40%)
     
  • NIKKEI

    28.033,81
    +212,05 (+0,76%)
     
  • NASDAQ

    16.346,00
    +195,50 (+1,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3914
    +0,0214 (+0,34%)
     

Merkel tem despedida calorosa após 107 cúpulas da União Europeia

·1 min de leitura
Merkel discursa durante cúpula da União Europeia

Por Sabine Siebold e Philip Blenkinsop

BRUXELAS (Reuters) - Líderes europeus prestaram homenagens calorosas a Angela Merkel nesta sexta-feira ao encerrarem uma cúpula da União Europeia, sua 107ª como chanceler da Alemanha durante quase 16 anos e provavelmente sua última, e um deles a elogiou por ser "um refúgio de calma" no turbilhão diplomático do bloco.

Antes de tratarem de negócios, os líderes dos 27 países da UE assistiram um vídeo de dois minutos com destaques de Merkel nas cúpulas e ela recebeu um presente de despedida representando o edifício Europa, onde as cúpulas são realizadas.

Em um discurso, o presidente do Conselho Europeu e anfitrião das cúpulas da UE, Charles Michel, a descreveu como "um monumento" e disse que reuniões de líderes sem ela serão como Roma sem o Vaticano ou Paris sem a Torre Eiffel.

"Você é uma bússola e uma luz brilhante de nosso projeto europeu", concluiu ele, sendo aplaudido de pé.

Se os partidos políticos alemães que conversam atualmente na esteira da eleição do mês passado não conseguirem montar uma coalizão de governo até meados de dezembro, Merkel voltará a Bruxelas para mais uma cúpula.

Mas vários líderes aproveitaram a oportunidade desta sexta-feira para dizer o quanto sentirão falta da comandante da maior economia europeia, e em especial de sua habilidade na diplomacia de corredores, que acalmou ânimos e gerou compromissos em questões espinhosas.

Novato em cúpulas da UE, o primeiro-ministro austríaco, Alexander Schallenberg, disse que ela é "um refúgio de calma" e "sem dúvida, uma grande europeia".

(Reportagem adicional de Johnny Cotton)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos