Mercado fechará em 1 h 15 min
  • BOVESPA

    114.090,90
    -971,64 (-0,84%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,58
    -0,03 (-0,04%)
     
  • OURO

    1.756,10
    -38,70 (-2,16%)
     
  • BTC-USD

    47.602,28
    -377,13 (-0,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.221,45
    -11,84 (-0,96%)
     
  • S&P500

    4.471,41
    -9,29 (-0,21%)
     
  • DOW JONES

    34.746,45
    -67,94 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.027,48
    +10,99 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    -365,36 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    30.323,34
    -188,37 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    15.489,50
    -14,50 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2040
    +0,0080 (+0,13%)
     

Merkel diz que conservadores enfrentam batalha dura após 16 anos no poder

·1 minuto de leitura
Merkel diz que conservadores enfrentam batalha dura após 16 anos no poder

BERLIM (Reuters) - Angela Merkel disse nesta quinta-feira que ninguém de seu bloco conservador jamais duvidou que eles enfrentam uma batalha dura para manter a chancelaria depois de 16 anos no poder, mas não quis especular sobre o desfecho da eleição nacional alemã de 26 de setembro.

"Que depois de 16 anos não se volta automaticamente... à chancelaria, isto ficou claro para todos da CDU (União Democrata-Cristã) e da CSU (União Social-Cristã)", disse ela em uma coletiva de imprensa, acrescentando que prevê uma eleição acirrada.

Merkel não está concorrendo a um quinto mandato histórico. Armin Laschet, o candidato conservador à sua sucessão, enfrenta dificuldades nas pesquisas, que mostram o ministro das Finanças, Olaf Scholz, do Partido Social-Democrata (SPD), na liderança.

Scholz, a segunda figura mais poderosa da "grande coalizão" governista, se apresenta como o candidato mais bem posicionado para manter a direção estabelecida por Merkel, que ainda é muito popular com os eleitores.

Indagada por um repórter o que valoriza em Scholz, ela respondeu: "O que mais valorizo no senhor Scholz é que, quando ele e eu concordamos em algo, ambos nos atemos a nossos compromissos."

Como seus conservadores estão atrás do SPD de Scholz nas sondagens, Merkel fez na terça-feira um apelo fervoroso para os eleitores apoiarem seu postulante a sucessor de centro-direita na eleição.

Mas a promessa de "constância" de Laschet não está ecoando em eleitores preocupados com a mudança climática, a imigração e a pandemia de Covid-19.

(Por Thomas Escritt)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos