Mercado abrirá em 3 h 46 min
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,47
    +0,86 (+0,99%)
     
  • OURO

    1.793,60
    +0,50 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    36.771,00
    +608,10 (+1,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    832,20
    +12,69 (+1,55%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    23.551,21
    -255,79 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.124,25
    +137,50 (+0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0458
    +0,0218 (+0,36%)
     

Mercedes prepara fortuna para ser referência em carros elétricos e autônomos

·1 min de leitura

A Mercedes-Benz não vai poupar esforços — e nem dinheiro — para se tornar referência mundial em carros elétricos e autônomos. Foi isso o que ficou decidido na reunião do Conselho de Supervisão da Daimler AG nesta semana.

A montadora alemã, que já é sinônimo de luxo no setor automotivo, assinou um plano de investimento para os anos de 2022 a 2026, na ordem de R$ 379 bilhões (60 bilhões de euros). O objetivo é claro: buscar a liderança nas áreas de acionamentos elétricos e software automotivo.

“Nosso objetivo é a liderança tecnológica no segmento automotivo de luxo e na área de vans premium, permanecendo comprometido com nossas ambiciosas metas de margem. A Mercedes-Benz tem tudo o que é preciso: uma estratégia clara, uma equipe altamente qualificada e motivada, bem como um forte apoio de todo o conselho fiscal. Queremos crescer de forma lucrativa e criar valor sustentável para nossos clientes, funcionários, acionistas e parceiros”, afirmou Ola Källenius, CEO da Daimler.

Mercedes 100% elétrica em 2030

Mercedes EQC 400 foi uma das atrações de evento de carros elétricos em Tuiuti (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)
Mercedes EQC 400 foi uma das atrações de evento de carros elétricos em Tuiuti (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

A reunião do Conselho de Supervisão também serviu para reforçar o compromisso anunciado pela marca em julho deste ano: parar de fabricar e vender veículos a combustão até 2030. A ideia é ter o portfólio 100% elétrico até o fim desta década.

A Mercedes espera que o uso de plataformas de baterias padronizadas, os avanços tecnológicos e as arquiteturas escalonáveis para a fabricação dos carros reduzam os custos nos próximos anos.

Atualmente, ao menos no Brasil, a Mercedes-Benz trabalha com apenas um carro elétrico, o SUV EQC 400 4Matic, além de alguns modelos com motorização híbrida-leve, como a recém-anunciada nova geração do Classe C.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos