Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.121,56
    -222,71 (-1,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Mercedes lança sedan híbrido com tecnologia de Fórmula 1 e consumo de 1.0

A Mercedes-Benz colocou sua divisão esportiva para trabalhar e nos brindou com um carro espetacular. Sem muita cerimônia, a montadora alemã revelou o sedan híbrido Mercedes-AMG C 63 S E Performance, uma variante híbrida do Classe C, só que com todos os atributos para torná-lo ainda mais rápido e tecnológico.

Essa obra-prima da engenharia alemã conta com o motor 2.0 turbo quatro cilindros mais potente do mundo, com 476cv, que trabalha em conjunto com um propulsor elétrico de 204cv alocado no eixo traseiro. Ao todo, são gerados impressionantes e úteis 680cv e 104,1 kgf/m de torque, suficientes para levar esse monstro de mais de 2 toneladas de 0 a 100 km/h em 3,4s.

Quando o time AMG resolve pôs as mãos nos carros da Mercedes, os resultados são sempre espetaculares (Imagem: Divulgação/ Mercedes-Benz)
Quando o time AMG resolve pôs as mãos nos carros da Mercedes, os resultados são sempre espetaculares (Imagem: Divulgação/ Mercedes-Benz)

Essa aceleração é alcançada graças a alguns fatores. Segundo a Mercedes, a tecnologia utilizada na Fórmula 1 para seus carros de corrida foi emprestada ao C 63 para eliminar o turbo-lag do motor a combustão. O propulsor elétrico age em conformidade nas rodas traseiras e ajuda o carro nas arrancadas, dando essa força extra.

Esse motor elétrico tem uma pequena bateria de 400V acoplada que funciona como um pequeno alternador de alta performance. O segredo para o aumento de desempenho, segundo o time da AMG, está no pico energético, garantido pela manutenção da temperatura da bateria.

Além disso, o câmbio automatizado de dupla embreagem e nove marchas teve seu software recalibrado para favorecer esse funcionamento do motor e agilizar a troca de marchas, com tempos de resposta bem mais curtos e que reduzem o peso do carro, por assim dizer. A tração, vale lembrar, é integral.

Versão mais potente do Classe C deve ser, também, a mais cara (Imagem: Divulgação/ Mercedes-Benz)
Versão mais potente do Classe C deve ser, também, a mais cara (Imagem: Divulgação/ Mercedes-Benz)

E por falar em software, o sistema AMG Track Pace registra todos os dados de condução do motorista durante o uso do carro na pista e nas ruas, como aceleração, força G e inclinação nas curvas, de modo a acertar o carro da melhor maneira e de acordo com o perfil de quem está guiando.

Uso amigável também é possível

Segundo a Mercedes, o C 63 S E Performance também pode ser utilizado no dia a dia. A começar pelo seu modo 100% elétrico, capaz de rodar até 13km sem a necessidade de utilizar o motor a combustão. A montadora recomenda, porém, que esse seletor seja utilizado em ambientes residenciais.

Para ajudar na experiência do condutor, a Mercedes separou oito modos de condução: "Electric", "Comfort", "Battery Hold", "Sport", "Sport+", "RACE", "Slippery" e "Individual". Visando a segurança, sempre que o modo elétrico estiver ativo, um alerta sonoro será emitido no lado externo do carro.

Interior do C 63 segue o padrão de outros modelos da marca (Imagem: Divulgação/ Mercedes-Benz)
Interior do C 63 segue o padrão de outros modelos da marca (Imagem: Divulgação/ Mercedes-Benz)

O consumo combinado dos motores, segundo a Mercedes, é de 14,4 km/l no padrão WLTP, o mesmo usado no Brasil. Essa medição é parecida com a de carros equipados com motor 1.0 circulando no ambiente urbano. Se considerarmos a potência e proposta do veículo, é um número e tanto. Vale lembrar que o C 63 é um híbrido plug-in, ou seja, pode ser carregado na tomada.

Tecnologia a bordo

Além de todo o aparato de desempenho, o Mercedes-AMG C 63 S E Performance também é bem equipado do ponto de vista tecnológico. Ele conta com vários itens de segurança ativa, como era de se esperar, além do conhecido MBUX, o sistema de inteligência artificial da Mercedes, que possibilita a execução de várias funções usando apenas a voz dentro do carro.

Mercedes-AMG C 63 S E Performance: Preço e disponibilidade

A Mercedes ainda não revelou o preço do Mercedes-AMG C 63 S E Performance nem quando ele estará disponível, mas deve fazê-lo em breve.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: