Mercado fechará em 2 h 56 min
  • BOVESPA

    120.370,52
    +308,53 (+0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.967,91
    +100,29 (+0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,53
    +0,18 (+0,29%)
     
  • OURO

    1.781,30
    -11,80 (-0,66%)
     
  • BTC-USD

    54.955,26
    -1.290,48 (-2,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.289,31
    +46,25 (+3,72%)
     
  • S&P500

    4.179,04
    +5,62 (+0,13%)
     
  • DOW JONES

    34.118,16
    -19,15 (-0,06%)
     
  • FTSE

    6.938,24
    +42,95 (+0,62%)
     
  • HANG SENG

    28.755,34
    +133,42 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.188,17
    +679,62 (+2,38%)
     
  • NASDAQ

    13.930,50
    +11,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5909
    -0,1111 (-1,66%)
     

Mercados europeus recuam sob pressão da alta dos rendimentos dos títulos, mas têm melhor semana desde novembro

Sruthi Shankar e Shreyashi Sanyal
·1 minuto de leitura
Gráfico do índice acionário DAX. 07/01/2016. REUTERS/Kai Pfaffenbach.

Por Sruthi Shankar e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - A alta nos yields dos títulos pressionou as ações europeias para baixo nesta sexta-feira, embora as principais bolsas tenham caminhado para ganhos semanais, já que programas de estímulo e vacinação elevaram as esperanças de uma sólida recuperação econômica.

O índice STOXX 600 teve queda de 0,3% depois que uma sequência de ganhos, por quatro sessões, levou o índice às máximas pré-pandêmicas na véspera. O índice registrou avanço semanal de 3,5%, seu melhor desempenho desde novembro.

Dados da inflação nos Estados Unidos e sinais do Banco Central Europeu (BCE) de que está pronto para acelerar a impressão de dinheiro para conter os custos dos empréstimos ajudaram a aumentar o apetite pelo risco esta semana.

"Não é bem o fim da semana que os investidores esperavam", disse Russ Mold, diretor de investimentos da AJ Bell

"No entanto, os mercados ainda estão à frente nesta semana e a recente liquidação de ações de tecnologia parece que se estabilizou, o que é importante para o apetite do investidor."

Com os yields dos títulos do governo nos Estados Unidos e na Europa subindo novamente nesta sexta-feira, os investidores tiraram algum dinheiro da mesa.

. Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,36%, a 6.761,47 pontos.

. Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,46%, a 14.502,39 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,21%, a 6.046,55 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,03%, a 24.113,22 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,60%, a 8.644,50 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,50%, a 4.849,19 pontos.