Mercado abrirá em 6 h 42 min
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,44
    -0,53 (-0,74%)
     
  • OURO

    1.750,00
    -1,40 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    45.667,38
    -2.338,88 (-4,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.140,30
    -85,23 (-6,95%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.142,03
    -778,73 (-3,12%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.227,25
    -98,75 (-0,64%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1903
    -0,0091 (-0,15%)
     

Mercados da Argentina avançam após resultado fraco dos peronistas em eleição primária

·1 minuto de leitura
Bandeira argentina hasteada na Casa Rosada, Buenos Aires, Argentina, 29 de outubro de 2019

Por Marc Jones

LONDRES (Reuters) - Os mercados de títulos e ações da Argentina avançavam no início do pregão desta segunda-feira, depois que o governo peronista do país teve resultado ruim nas eleições primárias no fim de semana.

O principal partido de oposição da Argentina, visto por investidores como mais favorável aos mercados, venceu disputas importantes nas urnas para as primárias do Congresso, um forte indicador de como os eleitores votarão nas eleições de novembro.

Investidores reagiram elevando o preço do título de referência com vencimento em 2035, denominado em dólares, em até 3 pontos, com esperanças de que o resultado force o governo a resolver seus problemas econômicos. Um índice do risco-país da Argentina caiu drasticamente, enquanto as ações argentinas listadas nos EUA subiam nos primeiros negócios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos