Mercado abrirá em 8 h 18 min

Mercados chineses caem no mês com ameaça de tarifas; prisões abalam sentimento em HK

Telão mostra índices acionários da Ásia em Tóquio, Japão

HONG KONG (Reuters) - As ações chinesas mostraram volatilidade nesta sexta-feira, com o otimismo dos investidores diante dos sinais de novas negociações comerciais entre Estados Unidos e o país asiático ofuscado pela firme decisão de Washington de avançar com as tarifas adicionais sobre as importações chinesas a partir de 1º de setembro.

Em Hong Kong, prisões de ativistas pró-democracia aumentaram o nervosismo dos investidores, com o território governado pela China enfrentando sua primeira recessão em uma década.

O índice CSI300 <.CSI300>, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,3% nesta sexta-feira, mas caiu 0,6% no acumulado da semana, elevando as perdas mensais para 0,9%.

O índice de Xangai <.SSEC> teve queda de 0,2%, com uma perda mensal de 1,6% depois de uma escalada brutal na disputa comercial EUA-China e da forte queda do iuan.

O subíndice do setor financeiro <.CSI300FS> avançou 0,1%, o de consumo básico teve alta de 1,8%, o setor imobiliário caiu 0,9%, enquanto o subíndice de saúde avançou 0,8%.

O Nikkei <.N225> do Japão subiu 1,2%, enquanto o KOSPI <.KS11> da Coreia do Sul saltou 1,8%.

Na região, o índice de ações da MSCI na Ásia, exceto Japão <.MIAPJ0000PUS>, teve alta de quase 1%.

O escritório do Representante de Comércio dos EUA na quarta-feira disse que, a partir de 1º de setembro, a agência de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA começará a cobrar uma tarifa de 15% sobre uma parte da lista que contém mais de 125 bilhões de dólares em produtos da China, incluindo relógios inteligentes, fones de ouvido bluetooth, TVs de tela plana e calçados.

Antes do prazo de 1º de setembro, Washington e Pequim indicaram que retomariam as negociações comerciais, com Trump dizendo que algumas discussões estavam ocorrendo e que mais estão programadas.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei <.N225> avançou 1,19%, a 20.704 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG <.HSI> subiu 0,08%, a 25.724 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC <.SSEC> perdeu 0,16%, a 2.886 pontos.

. O índice CSI300 <.CSI300>, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,25%, a 3.799 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI <.KS11> teve valorização de 1,78%, a 1.967 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX <.TWII> registrou alta de 1,49%, a 10.618 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES <.STI> valorizou-se 0,80%, a 3.106 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 <.AXJO> avançou 1,49%, a 6.604 pontos.

(Por Noah Sin)