Mercado abrirá em 7 h 54 min
  • BOVESPA

    101.016,96
    -242,79 (-0,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.245,86
    -461,86 (-1,19%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,73
    +0,17 (+0,44%)
     
  • OURO

    1.909,70
    +4,00 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    13.103,36
    +1,17 (+0,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    261,17
    -2,24 (-0,85%)
     
  • S&P500

    3.400,97
    -64,42 (-1,86%)
     
  • DOW JONES

    27.685,38
    -650,19 (-2,29%)
     
  • FTSE

    5.792,01
    -68,27 (-1,16%)
     
  • HANG SENG

    24.620,06
    -298,72 (-1,20%)
     
  • NIKKEI

    23.411,35
    -82,99 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.494,00
    +1,75 (+0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6461
    +0,0056 (+0,08%)
     

Mercado vê tombo menor do PIB e aumenta projeção de inflação em 2020

Felipe Frisch
·2 minutos de leitura

A mediana das projeções do mercado para o PIB subiu de -5,05% para -5,04%, assim como o ponto médio das estimativas para o IPCA, que aumentou de 1,99% para 2,05% Hermes de Paula / Agência O Globo A mediana das projeções do mercado para a variação do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2020 subiu pela terceira semana consecutiva, de -5,05% para -5,04%, no Boletim Focus, do Banco Central (BC), divulgado nesta segunda-feira com estimativas coletadas até o fim da semana passada, vindo de um piso de -6,54% atingido no fim de junho. Para 2021, o ponto-médio das expectativas manteve-se em 3,50% pela 18ª semana seguida, com algumas casas apostando na recuperação de parte das perdas deste ano no próximo. Inflação A mediana das projeções para a inflação oficial em 2020 entre os economistas que mais acertam as previsões, os chamados Top 5, de médio prazo, subiu de 2,05% para 2,12%. Em relação a 2021, o ponto-médio das expectativas para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) manteve-se em 3,20% entre os campeões de acertos. Entre os economistas em geral, a mediana das estimativas para o IPCA no fim do ano também subiu, de 1,99% para 2,05%. Para o próximo, o ponto-médio de todas as projeções para a alta de preços permaneceu em 3,01%. A meta de inflação a ser perseguida pelo BC é de 4,00% em 2020, 3,75% em 2021 e 3,50% para 2022, sempre com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Selic A mediana das estimativas para a taxa básica de juros no fim de 2020 manteve-se em 2,00% ao ano tanto na estimativa que inclui todo o mercado quanto entre os Top 5. Para 2021, a projeção para a Selic permaneceu em 2,50% ao ano entre os economistas em geral e 2,00% ao ano entre os campeões de acertos. Dólar A mediana das projeções para o dólar no fim de 2020 entre os economistas que mais acertam as previsões voltou a subir, de R$ 5,30 para R$ 5,40. Para 2021, o ponto-médio das projeções ficou estável em R$ 5,10 entre os campeões de acertos. Entre os economistas em geral, a expectativa permaneceu em R$ 5,25 para o fim de 2020 e R$ 5,00 no encerramento de 2021.