Mercado abrirá em 9 h 26 min
  • BOVESPA

    110.334,83
    +299,66 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.784,58
    +191,67 (+0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,68
    -0,96 (-1,58%)
     
  • OURO

    1.705,60
    -17,40 (-1,01%)
     
  • BTC-USD

    48.957,27
    +2.149,33 (+4,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    980,12
    +51,89 (+5,59%)
     
  • S&P500

    3.901,82
    +90,67 (+2,38%)
     
  • DOW JONES

    31.535,51
    +603,14 (+1,95%)
     
  • FTSE

    6.588,53
    +105,10 (+1,62%)
     
  • HANG SENG

    29.261,20
    -191,37 (-0,65%)
     
  • NIKKEI

    29.554,75
    -108,75 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    13.240,75
    -39,00 (-0,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7823
    -0,0133 (-0,20%)
     

Mercado de seguro rural sobe e auto desce no ano da pandemia

JOANA CUNHA
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O mercado de seguros de danos atingiu R$ 78,9 bilhões de receita em 2020, com um crescimento nominal de 3,6%, segundo levantamento que a Susep (Superintendência de Seguros Privados) deve divulgar nos próximos dias. Um dos destaques do segmento foi o seguro rural, que fechou o ano com alta de quase 30% na receita, chegando a R$ 6,9 bilhões. Já o ramo de auto, que é um dos principais não só do segmento de danos, mas dos seguros em geral, foi um dos mais impactados pela mudança dos padrões de mobilidade e consumo na pandemia. Mesmo tendo uma reação em dezembro (com receita de R$ 3,5 bilhões, alta de 6,7% ante o mesmo mês de 2019), o volume total de prêmios caiu mais de 2%, para R$ 35,3 bilhões no ano. A sinistralidade do seguro de automóvel no ano todo de 2020 ficou em torno de 54%, abaixo dos quase 61% registrados em 2019. Esse número subiu para 58% em dezembro, o que pode indicar retomada na mobilidade na virada para 2021.