Mercado fechará em 6 h 30 min
  • BOVESPA

    98.096,86
    -1.524,72 (-1,53%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.061,61
    -373,84 (-0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,02
    -0,76 (-0,69%)
     
  • OURO

    1.817,70
    +0,20 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    19.199,19
    -880,69 (-4,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    410,81
    -28,86 (-6,56%)
     
  • S&P500

    3.777,03
    -41,80 (-1,09%)
     
  • DOW JONES

    30.686,49
    -342,82 (-1,10%)
     
  • FTSE

    7.148,88
    -163,44 (-2,24%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.393,04
    -411,56 (-1,54%)
     
  • NASDAQ

    11.553,25
    -137,75 (-1,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4729
    +0,0623 (+1,15%)
     

Mercado se protege contra guinada dovish do Fed com recessão

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Bloomberg) -- A mais nova inquietação sobre o rumo das taxas de juros dos EUA começou a se espalhar pelo mercado de títulos: os operadores agora buscam se proteger contra uma guinada dovish na política monetária do Federal Reserve em 2023.

Com os crescentes temores de uma recessão, as taxas estenderam sua queda na quinta-feira. O rendimento dos títulos do Tesouro americano de três anos chegou a cair mais de 0,2 ponto percentual para menos de 3%. Operadores também acumulam opções que oferecem proteção não só se as taxas de juros do Fed atingirem seu pico, mas também se forem reduzidas a zero já no próximo ano.

Esses movimentos seguem comentários do presidente do Fed, Jerome Powell, que parecia aceitar que aumentos acentuados das taxas poderiam desencadear uma recessão nos EUA. A queda dos yields na quinta-feira também foi impulsionada por dados econômicos fracos na Europa.

“A angústia sobre recessão persiste após os comentários de Powell, e a precificação que se seguiu é encorajadora para os comprados em títulos”, disseram os estrategistas da BMO Capital Markets Ian Lyngen e Benjamin Jeffery em nota aos clientes. “Embora a suposição de pico de inflação seja incerta, a narrativa de pico de taxas ganhou força.”

Os yields caíram ainda mais na ponta curta da curva de Treasuries, com os rendimentos de 2 anos caindo mais de 0,3 ponto percentual em relação ao pico de terça-feira, à medida que os operadores começam a precificar uma trajetória mais curta e superficial de juros.

O mercado agora precifica cerca de 1,75 ponto percentual de aumentos adicionais até o final do ano, contra 1,98 no fechamento de sexta-feira. Os mercados também anteciparam o momento em que o atual ciclo de alta de juros atingiria seu pico - para março a uma taxa de cerca de 3,4%, contra cerca de 4% em meados de 2023, apenas algumas semanas atrás.

Outros indicadores do mercado financeiro apontam para cortes de juros mais cedo e mais rápido. O spread de 12 meses entre os futuros de eurodólar de dezembro de 2022 e dezembro de 2023 está negativo em 0,485 ponto percentual, indicando quase dois cortes de 0,25 ponto percentual ao longo do próximo ano.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos