Mercado fechado

Mercado para com Brasil na Copa; Ibovespa mantém alta de quase 3%

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa mantinha a alta forte nesta quinta-feira, após o primeiro tempo da estreia do Brasil na Copa do Mundo, mas o volume pouco mudou desde o começo da partida, em sessão com a liquidez também afetada por feriado nos Estados Unidos.

Às 16:52, o Ibovespa subia 2,78 %, a 111.869,22 pontos. Na máxima até o momento, alcançou 112.612,16 pontos. O volume financeiro somava 15,3 bilhões de reais. Cinco minutos antes de o jogo da seleção brasileira contra a Sérvia começar o giro era de 14,56 bilhões de reais.

"Parou geral", disse um operador de uma corretora estrangeira em São Paulo. Um gestor afirmou que poucos operadores devem atuar durante o restante da sessão dado o "risco operacional".

A alta era atribuída por agentes de mercado a notícias de que o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva não será intervencionista na Petrobras, bem como de que o economista Pérsio Arida poderia integrar o novo governo.

Na visão de Tiago Cunha, gestor de ações da Ace Capital, em uma sessão com menor liquidez, essas notícias, assim como a percepção de um cenário mais apertado para a aprovação da PEC da Transição, serviam como argumento para compras.

O Ibovespa vem de duas semanas de queda e até a véspera estava no zero a zero nesta semana. No mês, o sinal está negativo em 3,6%.