Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.094,22 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,95 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,27
    +0,20 (+0,28%)
     
  • OURO

    1.801,00
    -0,80 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    34.625,34
    +591,64 (+1,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,15 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,82 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.110,75
    +12,75 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1222
    +0,0006 (+0,01%)
     

Mercado de minério tem sinais mistos de oferta e demanda incerta

·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O ano volátil do minério de ferro enfrenta um novo teste. As maiores mineradoras do mundo sinalizam um cenário de oferta complexo em meio à maior preocupação sobre a força da demanda chinesa.

A produção de minério de ferro da Vale ficou um pouco abaixo do esperado no trimestre passado, embora os volumes tenham crescido em relação ao período anterior. A empresa também manteve o guidance anual. Na terça-feira, a BHP disse que poderia elevar ainda mais a produção no exercício fiscal de 2022 depois de um ano recorde, enquanto a Rio Tinto alertou para a dificuldade de atender à demanda e sinalizou que os embarques anuais podem ficar no limite inferior de sua previsão.

As perspectivas divergentes de oferta contribuem para um segundo semestre incerto, já que investidores também buscam avaliar o ritmo da demanda na China, onde os estoques portuários têm aumentado e a produção de aço caiu em junho pela primeira vez desde o fim do ano passado. A iniciativa do governo chinês para reduzir as emissões do setor de aço pode levar o mercado global de minério de ferro a um superávit no último trimestre, e o excesso de oferta permaneceria no próximo ano, segundo estimativas do Citigroup.

O consumo de minério de ferro será impactado com a intensificação gradual dos cortes na produção de aço, o que ajudaria a frear o rali das matérias-primas, de acordo com relatório da Huatai Futures.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos