Mercado fechará em 6 h 13 min
  • BOVESPA

    102.814,03
    +589,77 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.796,30
    +303,78 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,02
    -1,93 (-2,76%)
     
  • OURO

    1.793,80
    +8,60 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    58.115,33
    +1.099,52 (+1,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.476,59
    +47,66 (+3,34%)
     
  • S&P500

    4.655,27
    +60,65 (+1,32%)
     
  • DOW JONES

    35.135,94
    +236,60 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.065,31
    -44,64 (-0,63%)
     
  • HANG SENG

    23.475,26
    -376,98 (-1,58%)
     
  • NIKKEI

    27.821,76
    -462,16 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.306,00
    -84,75 (-0,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3577
    +0,0285 (+0,45%)
     

Mercado Livre vai permitir transações de criptomoedas no MercadoPago

·1 min de leitura

O mundo cripto acaba de chegar ao Mercado Livre a partir do aplicativo de pagamento MercadoPago . Os clientes brasileiros da plataforma poderão, em breve, comprar, vender e guardar criptomoedas em suas carteiras digitais. A opção estão em teste por um grupo de usuários desde o início de novembro e deve chegar a mais clientes nas próximas semanas.

Tulio Oliveira, vice-presidente do MercadoPago, diz que a empresa estudou e aprendeu sobre o mercado antes de entrar nele. “Isso tem um potencial de transformação muito grande e abre novas possibilidades”, destaca.

Depois do Brasil, a ideia deve ser levada a outros mercados latino-americanos. Inicialmente, entretanto, os consumidores não poderão usar as criptomoedas para pagar pelas compras. Iniciativas semelhantes foram adotadas por PayPal Holdings Inc. e Venmo LLC.

MercadoPago permitirá transações com criptomoedas (Imagem: Reprodução/Art Rachen/Unsplash)
MercadoPago permitirá transações com criptomoedas (Imagem: Reprodução/Art Rachen/Unsplash)

Em maio, o Mercado Livre anunciou que comprou US$ 7,8 milhões em Bitcoin. O CEO e cofundador da empresa, Marcos Galperin, tem sido um dos propagadores do potencial e das oportunidades do mercado cripto. “As pessoas querem reter valor e a definição de algumas criptomoedas é justamente essa, já que elas não podem ser impressas ou desvalorizadas”, disse ele em entrevista à Bloomberg.

A fintech do Mercado Livre foi fundada em 2003. Desde então, passou de carteira digital e método de pagamento para oferecer crédito a compradores e vendedores. O volume total de pagamentos da empresa no terceiro trimestre foi de US$ 20,9 bilhões, 44% a mais que no ano anterior.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos