Mercado fechará em 2 h 30 min
  • BOVESPA

    129.809,65
    -281,43 (-0,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.718,46
    -189,72 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,08
    -0,04 (-0,06%)
     
  • OURO

    1.859,80
    +3,40 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    38.683,45
    -1.606,26 (-3,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    958,13
    -34,35 (-3,46%)
     
  • S&P500

    4.234,14
    -12,45 (-0,29%)
     
  • DOW JONES

    34.149,02
    -150,31 (-0,44%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.436,84
    -201,69 (-0,70%)
     
  • NIKKEI

    29.291,01
    -150,29 (-0,51%)
     
  • NASDAQ

    14.033,25
    +3,00 (+0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0695
    -0,0484 (-0,79%)
     

Mercado Livre investe R$ 41 milhões em bitcoin

·2 minuto de leitura
Logo do Mercado Livre incentiva evitar contato durante surto de coronavírus (Foto: Divulgação)
Logo do Mercado Livre incentiva evitar contato durante surto de coronavírus (Foto: Divulgação)
  • Mercado Livre anunciou aquisição de R$ 41 milhões em bitcoin.

  • Movimento é parte de estratégia de tesouraria.

  • Outras empresas, como a Tesla, já fizeram o mesmo.

A gigante argentina Mercado Livre, maior plataforma de comércio eletrônico da América Latina, anunciou que investiu mais de R$ 41 milhões em bitcoin – a mais valiosa e famosa criptomoeda do mundo.

Leia também:

O anúncio foi feito durante a divulgação dos resultados do primeiro trimestre de 2021 da empresa. As informações são de reportagem da revista Exame.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Segundo o comunicado, o investimento ocorre no contexto de diversificação de ativos usados na estratégia de tesouraria da empresa. Em outras palavras, o Mercado Livre agora usa o bitcoin como um dos ativos em que “guarda seu dinheiro” – a moeda é facilmente armazenada digitalmente e tem apresentado forte tendência de valorização.

O Mercado Livre segue a trilha de outras empresas, como a gigante Tesla, fabricante de veículos elétricos de Elon Musk, que no início do ano revelou um investimentos e US$ 1,5 bilhão em bitcoins.

Bitcoin

O bitcoin é a mais famosa e valiosa criptomoeda do mundo atualmente. Começou a ser negociada publicamente em 2010, quando custava centavos de dólar, e desde então vivenciou uma vertiginosa valorização.

Até 2020, seu preço flutuava em torno dos R$ 10 mil, e chegou a cerca de R$ 3 mil no ano passado.

Mas, a partir da virada do ano, o ativo viu seu preço subir constantemente, e agora é negociado a cerca de R$ 57 mil, depois do “embarque” de grandes empresas, como a Tesla de Elon Musk, e de outros participantes institucionais do mercado.

Criptomoedas

As criptomoedas são uma classe de ativos digitais, baseados na blockchain – uma espécie de “livro de registros” digital. Na blockchain, é possível registrar de forma transparente a entrada de novos bitcoins no mercado (após serem “minerados”) e também transações entre diferentes carteiras.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube