Mercado fechará em 1 h 2 min
  • BOVESPA

    109.785,65
    +1.772,18 (+1,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.819,23
    -4,00 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,25
    +0,29 (+0,33%)
     
  • OURO

    1.843,50
    +0,30 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    43.078,43
    +916,05 (+2,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.023,65
    +28,39 (+2,85%)
     
  • S&P500

    4.583,54
    +50,78 (+1,12%)
     
  • DOW JONES

    35.353,44
    +324,79 (+0,93%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    15.275,75
    +242,25 (+1,61%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1134
    -0,0540 (-0,88%)
     

Mercado Livre cria aliança antifalsificação com Victoria's Secret e Under Armour

·1 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 22.04.2021 -  Centro de distribuição do Mercado Livre, em Cajamar (SP). Aumento de centros de distribuição impulsionado pela pandemia  consequentemente pelo aumento do e-commerce. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 22.04.2021 - Centro de distribuição do Mercado Livre, em Cajamar (SP). Aumento de centros de distribuição impulsionado pela pandemia consequentemente pelo aumento do e-commerce. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Mercado Livre lança nesta semana um projeto para combater a pirataria no ecommerce, chamado Aliança Antifalsificação, em parceria com Levi Strauss & Co, Under Armour e Victoria’s Secret.

Outras empresas globais com presença regional devem ser anunciadas nas próximas semanas, segundo Jacobo Cohen Imach, vice-presidente no Mercado Livre para América Latina.

"Houve um ponto de inflexão na pandemia, que mudou a forma de fazer negócio, tanto de comprar como de vender. Nós sentimos essa responsabilidade de fornecer ao comprador um entorno seguro para fazer operações e também de educar o vendedor", diz Imach.

A Aliança vai atuar em cinco frentes: além de monitorar anúncios com base em algoritmos e identificar produtos falsificados, a ideia é capacitar vendedores sobre boas práticas de publicação e orientar compradores a denunciar itens não originais.

O grupo também diz que vai entrar com ações judiciais contra infratores que usam o ecommerce para vender produtos não originais, e colaborar com autoridades e agências reguladoras.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos