Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.960,21
    +431,24 (+0,89%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,06
    -1,61 (-2,57%)
     
  • OURO

    1.794,70
    +16,30 (+0,92%)
     
  • BTC-USD

    55.023,95
    -1.303,56 (-2,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.269,08
    +6,12 (+0,48%)
     
  • S&P500

    4.173,42
    +38,48 (+0,93%)
     
  • DOW JONES

    34.137,31
    +316,01 (+0,93%)
     
  • FTSE

    6.895,29
    +35,42 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.621,92
    -513,81 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    28.508,55
    -591,83 (-2,03%)
     
  • NASDAQ

    13.904,25
    +110,00 (+0,80%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7022
    -0,0003 (-0,00%)
     

Mercado Livre anuncia investimentos de R$ 45 mi em projeto de sustentabilidade

Rui Maciel
·5 minuto de leitura

O Mercado Livre anunciou nesta terça-feira (9) o lançamento do Programa Regenera América, que tem como objetivo apoiar projetos de regeneração e conservação nos principais biomas da América Latina, da Amazônia brasileira às Selvas Úmidas do México, região que abriga um quarto da biodiversidade do planeta. Para isso, o investimento inicial da empresa será de R$ 45 milhões.

Esses valores serão usados para apoiar, neste ano, duas iniciativas na Mata Atlântica, em parcerias com a organização ambiental global The Nature Conservancy (TNC) e com o Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ). Os projetos têm foco no plantio de árvores, na regeneração de corredores biológicos e na proteção de importantes bacias hidrográficas.

Mais de 3.000 hectares serão restaurados a partir das duas iniciativas conduzidas neste ano. Os projetos Conservador da Mantiqueira, em parceria com a TNC e Corridors For Life, em conjunto com o IPÊ, contribuirão para proteger a biodiversidade da região, manter os serviços ecossistêmicos gerados a partir de sua conservação, como água potável, ar puro, clima equilibrado, solos saudáveis, alimentos e matérias-primas, e capturar e armazenar carbono da atmosfera.

Trabalhando ainda de forma conjunta com as comunidades da região, o Projeto Conservador da Mantiqueira promoverá a restauração de 2.700 hectares espalhados por pequenas e médias propriedades da região da Serra da Mantiqueira. A ideia é ganhar escala por meio da restauração de áreas florestais em territórios com grande potencial de regeneração natural.

"Estamos investindo um valor proporcional à pegada de carbono da empresa, referente ao ano de 2020, para apoiar diretamente projetos de conservação e regeneração, que são cientificamente eficazes no combate às mudanças do clima e irão gerar novos créditos de carbono", , afirma Pedro Arnt, CFO do Mercado Livre. "Queremos contribuir com o desenvolvimento deste mercado, além de ajudar a preservar serviços ecossistêmicos vitais para as pessoas e as empresas, como a água que abastece milhões na região em que operamos”

Corridors For Life

No projeto Corridors For Life, serão corredores florestais entre áreas remanescentes de mata nativa, por meio do plantio de árvores em áreas degradadas, restaurando 300 hectares e permitindo que espécies de animais, algumas em extinção, possam transitar entre estas áreas.

Comunidades rurais das regiões do Projeto Regenera América terão suporte financeiro e tecnológico (Imagem: Mercado Livre)
Comunidades rurais das regiões do Projeto Regenera América terão suporte financeiro e tecnológico (Imagem: Mercado Livre)


Um dos pontos centrais do projeto é envolver as comunidades de agricultores, para que também participem e se beneficiem dessa restauração. Desta forma, serão utilizados sistemas agroflorestais e plantação de árvores com sementes comercializáveis. A intenção é plantar 1 milhão de árvores em 300 hectares. Com as duas ações combinadas, a estimativa é que até 750 mil toneladas de CO2 possam ser removidas até 2045.

"Dentro desses projetos, teremos a criação de incentivos financeiros para o produtor rural, além de investimentos em tecnologia e inovação principalmente em áreas degradadas" afirmou Rodrigo Spuri, diretor de Conservação na The Nature Conservancy, durante a coletiva. "Além disso, haverá capacitação local, com assistência técnica a partir do apoio de organizações locais das áreas a serem preservadas. Logo, teremos uma restauração em escala dessas regiões".

Satélites e Inteligência Artificial

Além da The Nature Conservancy e o Instituto de Pesquisas Ecológicas, o Mercado Livre também firmou uma parceria com a Pachama, uma startup que utiliza dados de satélite e inteligência artificial na proteção e gestão de ecossistemas, para realizar o monitoramento dos projetos. Segundo Guadalupe Marín, gerente regional de sustentabilidade do Mercado Livre, o Regenera América é um trabalho articulado da empresa junto às comunidades locais e a importantes atores ambientais para acelerar soluções que combatam as mudanças do clima e seus efeitos para as pessoas e o meio ambiente.

"O ponto inovador é que os proprietários locais irão receber parte dos créditos de carbono gerados, que podem ser vendidos e o dinheiro reinvestido em seus empreendimentos, criando assim um ciclo virtuoso econômico e social', afirma Marín. "Avançamos assim na nossa agenda de sustentabilidade e também em nosso propósito de democratizar o comércio e o dinheiro, contribuindo para sua profissionalização e desenvolvimento".

Já para Santiago Gowland, Vice-Presidente Executivo de Inovação Global e Diretor Executivo para a América Latina na The Nature Conservancy, A ciência tem mostrado que a restauração e a regeneração florestal podem contribuir de forma eficiente para mitigar os efeitos das mudanças climáticas.

Por meio dessa iniciativa, a implementação de soluções baseadas na natureza é acelerada para proteger a biodiversidade de biomas icônicos e desenvolver um futuro mais próspero para pessoas e os negócios na América Latina”;

Mata Atlântica é o grande foco da iniciativa

Ainda durante a coletiva, o Mercado Livre afirmou que a região da Mata Atlântica é o grande foco do Regenera América. Este bioma abriga mais de 15.700 espécies de plantas, sendo 8 mil endêmicas, ou seja, que só podem ser encontradas no bioma, e mais de 2.200 espécies de vertebrados, totalizando mais de 5% de todos os animais vertebrados do planeta.

No entanto, essa biodiversidade está cada vez mais ameaçada. A Mata Atlântica chegou a cobrir 15% do território brasileiro; Hoje, no entanto, restam cerca de 12% da área original. Segundo estudo de pesquisadores brasileiros publicado recentemente na revista Nature Communications, a ação humana já causou perda de biodiversidade e de biomassa em mais de 80% dos fragmentos florestais remanescentes da região.

Mercado Livre investirá, inicialmente, R$ 45 milhões no seu novo projeto de sustentabilidade (Foto: Mercado Livre)
Mercado Livre investirá, inicialmente, R$ 45 milhões no seu novo projeto de sustentabilidade (Foto: Mercado Livre)


Em termos de estoque de carbono, o prejuízo equivale ao desmatamento de até 70 mil km² de florestas. O estudo mostra, no entanto, que as áreas florestais degradadas podem recuperar sua capacidade de estocar carbono se restauradas.

“Temos consciência do aumento do nosso impacto ambiental e da responsabilidade de criarmos ações para mitigá-lo. Por isso, estamos tomando medidas concretas enquanto desenhamos nossa estratégia para ter o menor impacto no menor prazo possível" continua Pedro. "Já estamos atuando em todas as frentes de ação climática, medindo e reportando nossas emissões, desenvolvendo projetos de mobilidade elétrica, energias renováveis, gestão de materiais, a emissão de um título verde de US$400 milhões e, agora, investindo em soluções baseadas na natureza";

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: