Mercado fechado

Mercado imobiliário vendeu 51% do esperado em maio, diz setor

CAMILA MATTOSO
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 28.01.2020 - Vista de edifícios em São Paulo. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O primeiro dia de reabertura das imobiliárias na capital paulista, nesta quarta-feira (10), estimulou as expectativas positivas que o mercado vinha alimentando desde o mês passado, ainda que em um patamar muito abaixo do normal.

Após vender apenas 35% do que projetavam em abril, as companhias do setor se surpreenderam em maio, quando atingiram 51% do desempenho esperado, segundo levantamento do Secovi-SP (sindicato da habitação).

A postergação de projetos das incorporadoras continua forte. Em abril, R$ 2,8 bilhões em lançamentos foram adiados para o segundo semestre. Em maio, alguns casos isolados começaram a aparecer, mas o volume de adiamentos foi de mais R$ 3,4 bilhões.

Os resultados são da prévia da sondagem mensal do Secovi-SP realizada entre as 40 principais companhias do mercado. A pesquisa definitiva fica pronta no final do mês.