Mercado abrirá em 5 h 54 min
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,66
    0,00 (0,00%)
     
  • OURO

    1.783,30
    +0,40 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    32.809,16
    -360,25 (-1,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    790,87
    -59,47 (-6,99%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.062,29
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    28.416,38
    -72,62 (-0,25%)
     
  • NIKKEI

    28.884,13
    +873,20 (+3,12%)
     
  • NASDAQ

    14.124,75
    -5,25 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9719
    -0,0034 (-0,06%)
     

Mercado global de petróleo tem déficit de 1 mi bpd, diz Novak, da Rússia

·1 minuto de leitura
Vice-primeiro-ministro da Rússia, Alexander Novak, disse que mercado de petróleo já está em déficit de oferta

Por Olesya Astakhova

TORZHOK, Rússia (Reuters) - O mercado global de petróleo está no momento com um déficit de cerca de 1 milhão de barris por dia (bpd), disse nesta quarta-feira o vice-primeiro ministro da Rússia, Alexander Novak, dias antes de um esperado encontro dos principais negociadores da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

A Opep e seus aliados, incluindo a Rússia, que juntos formam o grupo conhecido como Opep+, têm planos de elevar em 2,1 milhões de bpd sua produção de petróleo até julho, reduzindo seus cortes de oferta para 5,8 milhões de bpd. A próxima reunião está agendada para 1° de junho.

Qualquer aumento na produção do Irã, caso negociações indiretas entre os governos do país e dos Estados Unidos levem à retirada de sanções, poderia potencialmente acrescentar de 1 milhão a 2 milhões de bpd ao aumento gradual de produção da Opep, segundo estimativas de analistas.

"Nós temos sempre tivemos no radar um retorno dos barris do Irã", disse Novak a jornalistas nesta quarta-feira. "Nós precisamos considerar isso... nós vamos calcular conjuntamente o equilíbrio (entre oferta e demanda)."

O porta-voz do governo iraniano, Ali Rabiei, disse estar otimista sobre um acordo em breve, embora o principal negociador do Irã tenha sido antes que ainda há questões importantes a serem resolvidas.

Os preços do petróleo operavam quase estáveis nesta quarta-feira, pouco acima dos 68 dólares por barril, depois de terem caído abaixo de 65 dólares na semana passada devido à possibilidade de retorno do Irã ao mercado.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7519)) REUTERS LC

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos