Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.034,52
    -694,06 (-1,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Mercado financeiro ou montanha russa, a adrenalina é a mesma!

·2 minuto de leitura

Outro ponto que chama a atenção é que desde o último topo em R$16,19 as ações já perderam mais de 40% de valor e toda essa queda ocorreu praticamente sem retornos. O que pode explicar essa queda talvez seja os recentes aumentos da taxa selic, o que encarece o crédito e consequentemente freia o varejo.

Prejuízo ou oportunidade?

No entanto, observando o comportamento dos preços do papel ao longo dos últimos 5 anos, é notado que existe uma expectativa de crescimento, apesar das fortes oscilações neste período. Considerando a linha de tendência em verde apresentada no gráfico abaixo, é esperado que o papel tenha um crescimento anualizado de aproximadamente 17%, e com relação a essa linha de tendência, existe uma depreciação de 36% do preço atual para o preço que o papel deveria estar, caso se mantivesse seguindo nesta tendência.

Nem tudo são flores.

Estes dados podem fazer qualquer investidor sentir um forte interesse pela compra do papel, porém mais alguns pontos precisam ser destacados.

Primeiro: a pouco mais de 5 anos atrás, final de 2015 e início de 2016, o Brasil passava por uma crise econômica que, literalmente, derrubou o preço da maioria dos ativos da nossa bolsa. Então, se avaliarmos os últimos 5 anos, a maioria das empresas apresentará uma valorização de suas ações, uma vez que em 2016 os preços estavam nas mínimas.

Segundo: desde 2016 o Copom (comitê de política monetária) fez cortes graduais na taxa selic, tendo alcançado a mínima histórica de 2% em 2020. Isso impulsiona o varejo, pois torna o crédito pessoal mais barato, (ou seja, as pessoas podem comprar sem pagar tantos juros).

Terceiro: Com a expansão do comércio eletrônico, houve um grande otimismo para com as empresas que se mostravam interessadas em apostar nesse mercado.

Quarto: Durante a pandemia o governo elevou os valores oferecidos em programas sociais, impulsionando também o consumo do varejo.

Além disso, é importante observar que o preço das ações de VIIA3 varia de forma muito brusca, fazendo com que investidores que procuram por maior estabilidade fiquem longe do papel. Como também a empresa não tem uma política de distribuição de dividendos, não se trata de um papel de investimentos a longo prazo. Entretanto, para quem gosta de adrenalina, talvez seja uma ótima oportunidade de ir às compras!

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos