Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.786,43
    +113,67 (+0,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.298,20
    -104,50 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,25
    +0,38 (+0,45%)
     
  • OURO

    1.782,50
    -2,40 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    65.998,41
    +1.786,71 (+2,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.538,50
    +57,70 (+3,90%)
     
  • S&P500

    4.536,19
    +16,56 (+0,37%)
     
  • DOW JONES

    35.609,34
    +152,03 (+0,43%)
     
  • FTSE

    7.223,10
    +5,57 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    26.136,02
    +348,81 (+1,35%)
     
  • NIKKEI

    29.255,55
    +40,03 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    15.344,50
    -33,00 (-0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5196
    0,0000 (0,00%)
     

Mercado de impressão em 3D deve alcançar R$ 308 bilhões em 2027

·1 minuto de leitura
Foto: Representação da internet.
Foto: Representação da internet.
  • O mercado de impressão em 3D tem estimativa de alcançar US$ 55,8 bilhões em 2027;

  • O processo de criação da tecnologia permite a criação de qualquer objeto;

  • Nos Estados Unidos, 500 casas para população em extrema pobreza foram construídas com impressão 3D.

A impressão em 3D de objetos parece ser uma tecnologia digna de filmes de ficção científica. Contudo, há anos o seu aprimoramento vem permitindo criações incríveis e palpáveis. Atualmente, uma nova vem se tornando popular: casas feitas inteiramente pela tecnologia.

Após o sucesso de objetos produzidos em 3D durante a pandemia, como hastes para testes, equipamento de proteção e peças para respiradores, o mercado estima chegar a US$ 55,8 bilhões, o equivalente a R$ 308 bilhões, em 2027, de acordo com a Smithers, firma de consultoria tecnológica.

Leia também:

O processo de criação em 3D permite que qualquer objeto seja impresso. No caso das construções de casas, leva-se concreto, isopor e polímeros, de forma a elaborar um edifício em tamanho real.

A indústria imobiliária vem se aquecendo para a nova tendência. Por exemplo, este ano, a construtora SQ4D ofereceu o que é considerada a primeira casa impressa em 3D do EUA pelo valor de US$ 299 mil, o equivalente a R$ 1,65 milhão.

Solução para todos

A New Story, uma organização sem fins lucrativos, localizada em San Francisco, na Califórnia, e focada em soluções habitacionais para as populações em extrema pobreza, está construindo 500 casas em 3D para uma comunidade no México. 

Os ambientes são criados em conjunto com em parceria com a Échale, companhia de produção de moradias sociais no México, e a Icon, companhia de tecnologia de construção em Austin, Texas. Ambas estão empenhadas no processo de criação de casas em 3D.

O mercado de impressão em 3D teve um crescimento de 21% em 2020 e espera-se o dobro pelos próximos cinco anos.

As informações são da Folha de São Paulo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos