Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.736,47
    -178,12 (-0,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Mercado de beleza será com startups, diz executiva da L'Oréal

·1 minuto de leitura

O que você vai encontrar nesta entrevista:

  • As tendências do mercado de beleza para os próximos anos

  • Como a L'Oréal se adaptou na pandemia

  • A importância da diversidade para as políticas da empresa

Patricia Borges é responsável pelo Digital e Marketing da gigante francesa de cosméticos. A executiva faz algumas previsões para o pós-pandemia: 50% das compras do setor serão online e 80% das interações acontecerão no ambiente digital. 

Ela lembra que no início do fechamento das lojas em razão novo coronavírus, a L'Oréal já vinha de uma "jornada"de 10 anos no digital. Ou seja, a pandemia acelerou esse processo de mudança. "Avançamos 5 anos em 5 meses", falou Patricia. Só o e-commerce da companhia avançou 200% no ano passado, segundo ela.

Startups

Patricia acredita que, apesar de toda estrutura que a L'Oréal tem, o negócio do ramo de beleza e cosméticos passará também por empresas com menores e focadas em melhorar diversas tecnologias. "Existe um ecossistema de startups que traz uma solução de negócios complementar à experiência que temos e, assim, vão ajudar a criar o futuro da beleza conosco", aposta.

A L'Oréal comprou a ModiFace, uma startup canadense especializada em inteligência artificial e realidade aumentada para produtos de beleza. Isso mostra a importância que a companhia francesa dá para a tecnologia em seu negócio. "Vamos permitir que os clientes possam experimentar qualquer produto no âmbito digital", falou a executiva. 

Diversidade e inclusão

"Não é apenas discurso, e sim um pilar estratégico para a empresa. Tratamos isso com muita seriedade", falou Patricia. Na L'Oréal, hoje, 53% dos cargos de liderança já são ocupados por mulheres. E 64% das funções em geral estão com mulheres, incluindo cargos que no mercado são ocupados, na maioria das vezes, por homens, como financeiro e operações.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos