Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.806,66
    +1.184,49 (+3,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Mercado chinês de aço desacelera e ajuda controle da inflação

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Os lucros de siderúrgicas chinesas estão encolhendo rápido com o impacto dos altos custos dos insumos e menor demanda, em um sinal de que as usinas do maior produtor mundial serão finalmente obrigadas a reduzir as operações depois da produção recorde nos últimos dois meses.

Os esforços do governo de Pequim para reduzir a produção e os preços e controlar emissões e a inflação, parecem, na melhor das hipóteses, contraditórios. Mas ambos os objetivos agora podem ser mais viáveis, pois a desaceleração sazonal da atividade de construção e redução das medidas de estímulo para combater a pandemia atingem o mercado.

Algumas produtoras chinesas de vergalhão começaram registrar perdas antes do que o normal, de acordo com relatório do UBS, segundo o qual a demanda de verão normalmente diminui a partir do próximo mês.

Os custos do minério de ferro permanecem elevados, enquanto os preços do carvão metalúrgico retornam ao nível recorde visto em maio. Inspeções de segurança reduziram o fornecimento das principais áreas de produção de carvão metalúrgico na China, de acordo com a Fengkuang Coal Logistics, enquanto as importações permanecem fracas devido à propagação da pandemia na Mongólia e à proibição contínua do carvão australiano.

Ao contrário da China, outros grandes consumidores de aço ainda estão longe de completar sua recuperação da pandemia. Os lucros nos EUA, por exemplo, dispararam em antecipação aos enormes gastos em infraestrutura do governo Biden. E a nova política da China para desincentivar as exportações com o objetivo de esfriar os preços domésticos não deve ajudar muito a aliviar o aperto da oferta global.

Mas é uma boa notícia para o governo chinês e sua tentativa de controlar os preços das commodities. A desaceleração do mercado de aço deve reduzir os custos de insumos - incluindo o minério de ferro, que tem atraído atenção especial devido à dependência da China de mineradoras estrangeiras - e ajudar a segurar as pressões inflacionárias muito antes de causarem impacto na economia em geral.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos