Mercado abrirá em 1 h 39 min

Mercado avalia efeitos da retaliação iraniana e Ibovespa opera quase estável

Ana Carolina Neira

Investidores acompanham desdobramentos do caso EUA-Irã O Ibovespa opera perto da estabilidade nesta quarta-feira, após três pregões de perdas, enquanto os investidores aguardam o discurso do presidente americano Donald Trump. A expectativa é que o dirigente dos Estados Unidos fale ainda durante a manhã sobre a escalada de tensões com o Irã, que atacou uma base americana no Iraque no dia anterior.

Para analistas, os mercados foram capazes de absorver bem os impactos do ato desde a madrugada de ontem, interpretando que a ação do Irão foi mais uma resposta a sua própria população e que não representa uma escala que pode resultar de fato em guerra.

Relatórios de fontes americanas e iraquianas apontam que não há vítimas dos ataques de ontem, assim como Trump afirmou em sua conta no Twitter que "está tudo bem", o que acalmou um pouco os investidores.

Às 10h50, o Ibovespa tinha elevação de 0,02%, para 116.689 pontos. Entre as maiores altas, estavam Gol PN (2,32%) e JBS ON (1,43%). Entre as baixas, aparecia Qualicorp ON (-2,54%).