Mercado abrirá em 9 h 18 min

Quanto tempo vai demorar para o mercado de ações se recuperar?

O S&P 500 subiu quase 6% na terça-feira, outro movimento significativo em uma série de movimentos que marcaram o gravíssimo efeito chicote. Ainda assim, as ações estão valendo 27% menos do que em fevereiro, antes do coronavírus se transformar em uma crise aguda nos Estados Unidos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Se a história puder servir como guia – vale lembrar que o passado não é garantia do que vai acontecer no futuro – levará tempo para que os investidores consigam voltar ao ponto em que estavam antes das coisas ficarem difíceis.

Tela mostra gráfico do índice Dow Jones após o fechamento da Bolsa de Valores de Nova Iorque (NYSE) em 17 de março de 2020. (Foto de Johannes EISELE / AFP)

Segundo uma pesquisa do Bank of America Securities, foram necessários, em média, 1.100 dias de negociação para recuperar o território perdido após um tempo de mercados em baixa.

Leia também

Existem 252 dias de negociação em um ano, o que significa que o tempo médio necessário para voltarmos ao ponto onde estávamos é de 4,4 anos.

Vamos analisar o mercado, representado pelo índice S&P 500.

Ao longo do tempo, o S&P 500 mostrou que as ações geralmente sobem e recuperam suas perdas relativamente rápido. No entanto, isso não aconteceu durante a última crise – que demorou quatro anos para se recuperar. (Yahoo Finance)

Sabemos que analisar os precedentes históricos pode não ser de grande ajuda. As coisas são muito maiores e mais intensas do que costumavam ser. O bull market que teve seu fim recentemente foi muito, muito mais longo do que seus antecessores, e a sua queda foi muito mais rápida do que as últimas das quais temos lembrança. (As pessoas sabiam o que estava por vir e as coisas se aceleraram).

A longo prazo, as ações costumam subir, e a maioria das pessoas acredita que, cedo ou tarde, vamos superar essa situação.

Há duas maneiras de analisar o cenário atual, de acordo com o Bank of America. Saber que as ações provavelmente vão se recuperar e que você irá recuperar seus ganhos se ficar onde está, é o que Warren Buffett (e a maioria dos investidores de longo prazo) sempre recomendam quando indicam que as pessoas sejam “donas do mercado” investindo em fundos de índice S&P 500 de baixo custo e baixa manutenção.

A outra é tentar acelerar os ganhos para vencer o mercado ao escolher as ações certas ou investir no momento certo.

A pesquisa do Bank of America alertou sobre o perigo dessa tática, dizendo que “tempo é dinheiro para as ações”.

“Comprar e vender ações por um período de um dia é apenas marginalmente melhor do que tirar cara ou coroa,” disse a nota do banco, destacando que “os melhores dias geralmente vêm logo após os piores dias,” o que faz com que acertar o timing do mercado seja extremamente difícil.

A pesquisa mostra pelo menos uma cartilha clara para muitos investidores: esperar e investir periodicamente para reduzir o impacto da volatilidade. Até o momento, na história do mercado de ações, essa estratégia tem funcionado.

“A probabilidade de perder dinheiro cai para 0% em um horizonte de 20 anos,” disse a nota emitida pelo banco. O Bank of America também apontou que as ações são a única classe de ativos com um bom desempenho ao longo de um período de tempo relativamente longo.

Os anos 2000, que terminaram com uma crise financeira, foram a única década além da de 1930 que teve retornos totalmente negativos.

Ethan Wolff-Mann

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.