Mercado fechará em 10 mins
  • BOVESPA

    121.778,49
    +1.072,59 (+0,89%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.195,40
    +366,09 (+0,75%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,41
    +1,59 (+2,49%)
     
  • OURO

    1.843,20
    +19,20 (+1,05%)
     
  • BTC-USD

    50.272,65
    +1.134,45 (+2,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.406,91
    +48,35 (+3,56%)
     
  • S&P500

    4.176,85
    +64,35 (+1,56%)
     
  • DOW JONES

    34.417,96
    +396,51 (+1,17%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.393,25
    +293,00 (+2,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3990
    -0,0135 (-0,21%)
     

Mercado acionário europeu têm queda após UBS revelar impacto por Archegos; ações de viagens se destacam

Sruthi Shankar e Ambar Warrick
·1 minuto de leitura
Bolsa de Frankfurt

Por Sruthi Shankar e Ambar Warrick

(Reuters) - As ações europeias fecharam em queda nesta terça-feira, já que o otimismo sobre fortes balanços corporativos britânicos foi compensado pela notícia de que o UBS sofreu impactos após negociações com a firma de investimentos norte-americana Archegos, enquanto as ações de viagens alcançaram máximas recordes em meio a esperanças de uma recuperação pós-Covid.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,03%, a 1.693 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,08%, a 439,85 pontos, com os investidores deixando de fazer grandes apostas antes da decisão de política monetária do Federal Reserve. Espera-se que o banco central dos Estados Unidos mantenha sua postura de política monetária frouxa.

A petrolífera BP subiu 0,4% depois que seu lucro do primeiro trimestre disparou, enquanto o banco HSBC, com foco na Ásia, saltou 4,2% depois de reportar lucro trimestral.

Enquanto isso, o UBS cedeu 2,0%, para uma mínima em dois meses de fechamento, uma vez que sofreu uma perda inesperada de 774 milhões de dólares após fazer negociações com o hedge fund Archegos, ofuscando o aumento de 14% no lucro líquido trimestral.

As ações de viagens europeias saltaram 3,0% para fechar em uma máxima recorde.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,26%, a 6.944,97 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,31%, a 15.249,27 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,03%, a 6.273,76 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,17%, a 24.473,06 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,63%, a 8.756,70 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,16%, a 5.012,61 pontos.