Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,05 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,35 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +2,45 (+3,84%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -2,50 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    47.825,38
    -275,67 (-0,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,16 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,50 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    +197,50 (+1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7797
    -0,0062 (-0,09%)
     

Mercado acionário europeu fica estável com ganhos de mineração compensados por perdas gerais

Sagarika Jaisinghani e Ambar Warrick
·1 minuto de leitura

Por Sagarika Jaisinghani e Ambar Warrick

(Reuters) - O mercado acionário europeu fechou estável em torno do pico de um ano nesta terça-feira uma vez que os ganhos de ações de mineração e bancos foram contidos pelas perdas na maioria dos outros setores, com os investidores ainda incertos sobre a recuperação econômica da zona do euro.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,08%, a 1.614 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,06%, a 419 pontos

Um salto de 2% nas ações da Glencore ajudou o índice de mineração europeu a alcançar uma máxima de quase 10 anos, enquanto os preços mais altos do minério de ferro e dos metais básicos sustentaram o setor.

As ações de bancos avançaram para uma máxima de mais de 11 meses com os investidores comprando alguns setores que foram gravemente afetados pela pandemia. Mas eles ainda permanecem bem abaixo dos níveis pré-Covid.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,11%, a 6.748 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,32%, a 14.064 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,01%, a 5.786 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,69%, a 23.440 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,61%, a 8.153 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,32%, a 4.830 pontos.