Mercado abrirá em 1 h 51 min
  • BOVESPA

    110.611,58
    -4.590,65 (-3,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.075,41
    +732,87 (+1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,69
    +0,64 (+0,98%)
     
  • OURO

    1.700,20
    +22,20 (+1,32%)
     
  • BTC-USD

    54.236,61
    +4.303,58 (+8,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.095,58
    +71,37 (+6,97%)
     
  • S&P500

    3.821,35
    -20,59 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    31.802,44
    +306,14 (+0,97%)
     
  • FTSE

    6.751,50
    +32,37 (+0,48%)
     
  • HANG SENG

    28.773,23
    +232,40 (+0,81%)
     
  • NIKKEI

    29.027,94
    +284,69 (+0,99%)
     
  • NASDAQ

    12.551,00
    +253,75 (+2,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,9925
    +0,0327 (+0,47%)
     

Mercado acionário da China fecha em alta com liquidez pelo BC e queda nos casos de coronavírus

·2 minuto de leitura
Painel eletrônico com informações acionárias em Xangai

XANGAI (Reuters) - O mercado acionário da China fechou em alta nesta terça-feira, uma vez que a injeção de liquidez pelo banco central aliviou as preocupações com condições apertadas, enquanto a queda nos casos de infecções por coronavírus também ajudou o sentimento.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 1,54%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,81%.

Liderando os ganhos, o índice de consumo discricionário do CSI300 e o índice de saúde ganharam 4,3% e 2,1%, respectivamente.

As taxas monetárias de curto prazo da China caíram para mínimas de duas semanas, conforme começaram a diminuir os sinais de tensão de liquidez nos mercados monetários interbancários. O Banco do Povo da China injetou 78 bilhões de iuanes (12,08 bilhões de dólares) nos mercados monetários mais cedo no dia.

A persistência das condições apertadas de liquidez alimentou recentemente especulações de que o banco central pode apertar a política monetária e levou a uma forte correção na semana passada.

Somando-se ao otimismo do mercado, a China informou o menor número de novos casos de Covid-19 em um mês, com os casos importando superando as infecções locais.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,97%, a 28.362 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,23%, a 29.248 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,81%, a 3.533 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,54%, a 5.501 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 1,32%, a 3.096 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 2,27%, a 15.760 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,72%, a 2.917 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 1,49%, a 6.762 pontos.