Mercado fechará em 2 h 37 min
  • BOVESPA

    107.421,34
    +1.378,87 (+1,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.975,85
    +70,79 (+0,17%)
     
  • PETROLEO CRU

    42,83
    +0,41 (+0,97%)
     
  • OURO

    1.829,20
    -43,20 (-2,31%)
     
  • BTC-USD

    18.241,98
    -212,77 (-1,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    360,27
    -1,16 (-0,32%)
     
  • S&P500

    3.560,31
    +2,77 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    29.423,56
    +160,08 (+0,55%)
     
  • FTSE

    6.357,82
    +6,37 (+0,10%)
     
  • HANG SENG

    26.486,20
    +34,66 (+0,13%)
     
  • NIKKEI

    25.527,37
    -106,93 (-0,42%)
     
  • NASDAQ

    11.828,75
    -77,00 (-0,65%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4210
    +0,0411 (+0,64%)
     

Mercado acionário da China despenca com preocupações de aperto da política monetária

·2 minuto de leitura

XANGAI (Reuters) - O mercado acionário da China registrou a maior queda em mais de cinco meses nesta quinta-feira, com os investidores reduzindo as compras por sinais de aperto da política monetária após o crescimento econômico no país ter superado as expectativas.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 4,81% --maior queda desde 3 de fevereiro--, enquanto o índice de Xangai teve queda 4,5%.

O índice de start-ups ChiNext Composite recuou 5,9%, também em sua pior sessão desde 3 de fevereiro.

Os investidores estão realizando lucros após os ganhos nas duas últimas semanas que precificaram recuperação da economia chinesa, disseram analistas. Investidores estrangeiros também passaram a vender ações chinesas diante de preocupações de deterioração das relações com os Estados Unidos, completaram.

O PIB da China cresceu 3,2% no segundo trimestre, superando a expectativa, mas o consumo doméstico permaneceu fraco.

"A política monetária continuará de suporte, mas o ritmo de afrouxamento pode se moderar dada a forte expansão do crédito nos últimos meses e a recente alta do mercado", disse Nathan Chow, economista do DBS Bank.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,76%, a 22.770 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 2,00%, a 24.970 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 4,50%, a 3.210 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 4,81%, a 4.516 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,82%, a 2.183 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,37%, a 12.157 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,95%, a 2.623 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,69%, a 6.010 pontos.

(Reportagem de Zhang Yan, Luoyan Liu, Tom Westbrook e Andrew Galbraith)