Mercado abrirá em 1 h 31 min
  • BOVESPA

    120.700,67
    +405,99 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.514,10
    +184,26 (+0,38%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,52
    +0,06 (+0,09%)
     
  • OURO

    1.777,60
    +10,80 (+0,61%)
     
  • BTC-USD

    60.572,28
    -2.015,49 (-3,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.345,48
    -35,47 (-2,57%)
     
  • S&P500

    4.170,42
    +45,76 (+1,11%)
     
  • DOW JONES

    34.035,99
    +305,10 (+0,90%)
     
  • FTSE

    7.013,83
    +30,33 (+0,43%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.019,75
    +5,75 (+0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7272
    +0,0061 (+0,09%)
     

Menino tenta vender aviões de papel para comprar celular e ganha 4 aparelhos

Colaboradores Yahoo Notícias
·2 minuto de leitura
Menino ganhou quatro celulares após viralizar nas redes por tentar vender aviões de papel para comprar aparelho
Menino ganhou quatro celulares após viralizar nas redes por tentar vender aviões de papel para comprar aparelho

Um menino de 7 anos, morador de Cubatão (litoral de São Paulo), tentou vender aviões de papel para comprar um celular novo, após o antigo cair na maré e oxidar. A história emocionou a web, e Arthur Ferreira dos Santos ganhou quatro aparelhos.

Em entrevista ao portal G1, a mãe da criança, Marcella Ferreira da Silva, contou que doará dois celulares a outras pessoas que também não têm dinheiro para comprar os aparelhos.

Leia também

“Ele ficou muito feliz, de coração, está muito alegre. Também estou muito feliz, é muito gratificante, eu não esperava receber quatro celulares. Só tenho a agradecer a cada pessoa que se solidarizou com a história do meu filho”, disse ela.

O caso ocorreu no dia 13 de março. O menino decidiu vender os aviões de papel, e saiu de casa sem que a mãe percebesse. Ao procurá-lo, ela decidiu ir a uma praça onde o filho costumava brincar.

“Quando eu cheguei, ele estava lá, sentado em um banco com os aviões de papel e triste. Falou que estava vendendo os aviões, que o pequeno era R$ 0,10, o médio era R$ 0,25 e o grande custava R$ 1”, relembrou Marcella.

A mãe comprou todos os aviões do filho e o levou para casa. Ela disse que o menino ficou triste por não ter conseguido o dinheiro necessário para comprar o aparelho, porém a foto de Arthur viralizou nas redes sociais, e muitos internautas doaram quantias em dinheiro para ajudar na compra de um novo celular.

Na última sexta-feira (19), três pessoas, de Santos, Cubatão e Praia Grande, se solidarizaram e doaram celulares ao menino. Um outro morador de Santos também comprou um aparelho para a criança, que será entregue na próxima segunda.

A moradora de Cubatão diz que não esperava que, em apenas sete dias, o filho ganhasse quatro novos celulares. “Fico muito grata a todos que compartilharam e ajudaram. Eles foram o combustível que levou os aviões para longe”, concluiu.