Mercado fechado
  • BOVESPA

    93.952,40
    -2.629,76 (-2,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    36.987,86
    +186,49 (+0,51%)
     
  • PETROLEO CRU

    35,72
    -0,45 (-1,24%)
     
  • OURO

    1.878,80
    +10,80 (+0,58%)
     
  • BTC-USD

    13.593,56
    +294,71 (+2,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    265,42
    +1,78 (+0,68%)
     
  • S&P500

    3.269,96
    -40,15 (-1,21%)
     
  • DOW JONES

    26.501,60
    -157,51 (-0,59%)
     
  • FTSE

    5.577,27
    -4,48 (-0,08%)
     
  • HANG SENG

    24.107,42
    -479,18 (-1,95%)
     
  • NIKKEI

    22.977,13
    -354,81 (-1,52%)
     
  • NASDAQ

    11.089,00
    -253,75 (-2,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6872
    -0,0584 (-0,87%)
     

Menino de 7 anos pede "descupa" a dono do carro que riscou e viraliza

Colaboradores Yahoo Notícias
·1 minuto de leitura
Garoto de sete anos risca veículo e pede desculpas ao dono do carro em Curitiba (PR).
Garoto de sete anos risca veículo e pede desculpas ao dono do carro em Curitiba (PR).

O bilhete de uma criança de sete anos viralizou nas redes sociais. Preocupado após riscar o carro de um homem, ele escreveu um texto com erros de português, porém com muito mais acertos na boa educação.

“Descupa, eu batin no seu carro me desequilibrei na bicicleta. Aqui está o telefonen do meu pai”, anotou o menino, chamado Benício.

O dono do veículo, Marcelo Martins, achou a iniciativa tão fofa que compartilhou o bilhete em sua rede social: “Como ficar bravo com essa criança?”. A foto teve mais de 350 mil curtidas e 35 mil compartilhamentos.

O caso aconteceu em Curitiba. Benício andava de bicicleta com o pai na rua quando se desequilibrou e bateu com o guidão no carro. Segundo o pai, Marcel Weiss Hoffmann, o garoto não sossegou enquanto não encontrou uma solução para o estrago no carro.

“Ele ficou muito incomodado, ficou perguntando se ia custar caro. Ele até juntou um trocadinho dele e ficou se lamentando que o dinheirinho dele não ia dar para pagar”, lembrou o pai em entrevista à RPC, afiliada da Globo no Paraná.

O dono do carro, no entanto, afirmou que nem notou o risco na lataria quando viu o bilhete: “Eu procurei de todos os lados, meu carro estava meio sujo e nem reparei. Se não fosse o bilhete eu nem tinha notado”.

O gesto de Benício surpreendeu Marcelo: “A gente acha que alguém que bate no seu carro pode sair correndo, ainda mais nesta idade, mas eu achei um gesto de uma doçura, de uma honestidade grande”.