Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.071,38
    -2.845,98 (-7,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Menina de 2 anos integra sociedade para pessoas com QI elevado nos EUA

·1 minuto de leitura

Na última terça (25), uma menina de dois anos de idade passou a fazer parte da Mensa, uma sociedade dedicada para pessoas com alto QI. Kashe Quest, de Los Angeles, nos Estados Unidos. O QI da criança? Nada menos que 146. A média do QI nos EUA é 100, enquanto a da população mundial varia entre 88 e 115.

A garota já quebrou um recorde: é o membro mais jovem da Mensa. Segundo a mãe, a garota sempre demonstrou uma excelente memória, com direito a um interesse pelo aprendizado.

Com 18 meses, a criança já havia reconhecido todo o alfabeto, números, cores e formas. Aos 2 anos completos, Kashe consegue identificar todos os estados de seu país em um mapa, sabe a linguagem de sinais e até mesmo alguns elementos da tabela periódica. O próximo passo é aprender espanhol.

Menina de 2 anos que já sabe até elementos da tabela periódica integra sociedade para pessoas com QI elevado nos EUA (Imagem: microgen/envato)
Menina de 2 anos que já sabe até elementos da tabela periódica integra sociedade para pessoas com QI elevado nos EUA (Imagem: microgen/envato)

Entretanto, Kashe Quest não foi a primeira criança aceita na Mensa, que integra pessoas independentemente da idade. Anteriormente, uma menina de 4 anos chamada Dayaal Kaur teve seu QI comparado ao de Albert Einstein. Ela mora no Reino Unido, e atingiu a marca de QI de 180. Aos 2 anos de idade, a britânica consegue até identificar os planetas do Sistema Solar.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos