Mercado abrirá em 9 h 46 min
  • BOVESPA

    106.858,87
    +1.789,18 (+1,70%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.605,56
    +8,27 (+0,02%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,19
    +0,70 (+1,01%)
     
  • OURO

    1.779,70
    +0,20 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    50.737,11
    +1.764,78 (+3,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.313,63
    +53,47 (+4,24%)
     
  • S&P500

    4.591,67
    +53,24 (+1,17%)
     
  • DOW JONES

    35.227,03
    +646,95 (+1,87%)
     
  • FTSE

    7.232,28
    +109,96 (+1,54%)
     
  • HANG SENG

    23.619,31
    +269,93 (+1,16%)
     
  • NIKKEI

    28.311,92
    +384,55 (+1,38%)
     
  • NASDAQ

    15.874,25
    +31,50 (+0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4236
    0,0000 (0,00%)
     

Membro do conselho do Fed renuncia e libera outro posto-chave para Biden

·1 min de leitura
O presidente dos EUA tem a oportunidade de fazer nomeações para vários cargos importantes da Reserva Federal, incluindo presidente e vice-presidente (AFP/Daniel SLIM)

Um dos membros do Conselho Diretor do Federal Reserve dos Estados Unidos (Fed, o banco central), Randal Quarles, anunciou nesta segunda-feira (8) sua renúncia, liberando assim um cargo importante a ser preenchido pela Casa Branca.

"Tendo em vista o fim, no mês passado, de meu mandato como vice-diretor (...) pretendo renunciar ao meu posto" no final de dezembro, disse Quarles em carta enviada ao presidente Joe Biden e logo divulgada.

Quarles, nomeado pelo ex-presidente Donald Trump, foi até 13 de outubro o vice-diretor do Fed responsável pela regulamentação bancária. Depois que esse mandato expirou, ele continuou como governador.

Biden deve, portanto, eleger dois novos governadores: um para substituir Quarles e outro para outro desses cargos já vago.

Isso dá ao presidente a oportunidade de influenciar a liderança da instituição, enquanto a ala de esquerda de seu partido pressiona pela escolha de funcionários que orientem suas ações para o combate às mudanças climáticas, maior justiça social e econômica.

A Casa Branca também deve se pronunciar sobre a continuidade ou não de Jerome Powell como chefe do órgão. O mandato de Powell termina em fevereiro de 2022.

Tradicionalmente, o titular do Fed obtém um segundo mandato, mas Trump quebrou essa tradição ao nomear Powell no lugar de Janet Yellen, hoje secretária do Tesouro.

jul/Dt/ngu/mr/gm/ic

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos