Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.559,26
    +1.033,93 (+3,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Membro do BCE alerta contra redução prematura de estímulo

·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Para Ignazio Visco, membro do Conselho do Banco Central Europeu, a instituição deve ter cuidado para não reduzir o estímulo monetário muito cedo a fim de convencer investidores de que leva a sério o cumprimento da meta de inflação.

“Temos que evitar a redução antes de estarmos realmente confiantes de que estamos novamente onde deveríamos estar”, disse Visco, que também é presidente do banco central da Itália, em entrevista à Bloomberg Television na quinta-feira. “Realmente temos que mostrar que estamos determinados.”

Os comentários de Visco chegam uma semana antes de uma reunião importante do BCE, quando autoridades terão que decidir como adaptar os comunicados sobre taxas de juros, compra de títulos e outras ferramentas à nova estratégia de inflação que permite aos preços subirem moderadamente acima de 2% por um período. A presidente do BCE, Christine Lagarde, divulgou os resultados de uma revisão de 18 meses na semana passada.

“Não espero que a política monetária seja apertada por um longo período”, disse Visco, apontando para “uma ociosidade substancial” na economia da zona do euro e os riscos relacionados a outra onda de casos de Covid-19. O BCE não discutiu uma possível extensão do programa de compra de títulos na pandemia além do prazo final em março, disse.

Isabel Schnabel, que faz parte do conselho executivo do BCE, disse na quarta-feira que a inflação da zona do euro pode estar mais perto de atingir a meta do que alguns estimam. Ao mesmo tempo, disse que o Conselho do BCE vai esperar antes de apertar a política monetária para garantir que a evolução dos preços seja consolidada.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos