Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    55.116,39
    +829,86 (+1,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Melhores celulares para comprar na Black Friday

·11 min de leitura

A Black Friday está chegando, e muita gente que esperou o ano inteiro para aproveitar os melhores preços do varejo online começa a se preparar para finalmente trocar de smartphone. Pensando nisso, o Canaltech separou uma lista com os melhores celulares para comprar durante o evento.

São aparelhos de variadas faixas de preço e que certamente valem a pena, desde que você observe bem qual é o valor que eles realmente valem. Todos os preços aqui listados foram obtidos no comparador de preços Zoom e não consideram ofertas com cupons de desconto ou limitadas a programas de fidelidade, incluindo cashback. Ou seja: se você encontrar um deles em oferta custando algo perto do que for mencionado, não precisa pensar muito para fechar a compra.

Moto G10: o Moto G mais barato do ano

O modelo mais barato que vale a pena ficar de olho nesta Black Friday é o Moto G mais barato de 2021. O Moto G10 tem tudo o que você precisa em um celular básico, e promete entregar boa experiência por uns bons anos. E já chegou a aparecer em ofertas por menos de R$ 900, um preço muito bom para tudo o que ele oferece.

O celular da Motorola tem a plataforma Snapdragon 460, com processador de oito núcleos cuja velocidade máxima é de 1,8 GHz. Além disso, traz 4 GB de RAM e 64 GB ou 128 GB de armazenamento (expansível com cartão micro SD). A tela tem 6,5 polegadas e resolução HD (720 x 1600 pixels), e a bateria vem com 5.000 mAh de capacidade e suporta recarga de 10 W.

O conjunto de câmeras tem quatro sensores, sendo que o principal é de 48 MP, o super grande-angular tem 8 MP e ainda tem um macro e um de profundidade de 2 MP cada. As selfies ficam com uma câmera de 8 MP. Em resumo, é um celular que traz um pouco mais do que um modelo simples, e está em uma faixa de preço que é difícil encontrar opção melhor.

Galaxy A32: para quem busca um visual diferente

Para quem busca um celular com design diferenciado e bom conjunto de especificações, pode escolher o Galaxy A32. O modelo tem as câmeras "coladas na tampa traseira", em vez de agrupadas em um bloco saltado, e a Samsung garante atualizações de sistema por muitos anos, diferente do que é comum ver em modelos da mesma faixa de preço no mundo Motorola. Ele já chegou a custar perto dos R$ 1.200, e pode ser que volte a este patamar de preço durante a Black Friday.

Se você optar pelo Galaxy A32, levará para casa um aparelho com tela Super AMOLED de 6,4 polegadas com resolução Full HD (1080 x 2400 pixels) e taxa de atualização de 90 Hz. Também inclui a plataforma Helio G80, da MediaTek, que tem processador de oito núcleos e chega a 2,0 GHz, com 4 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno.

O celular da Samsung ainda tem bateria com 5.000 mAh e recarga de 15 W. O conjunto de câmeras traseiro é quádruplo, com uma principal de 64 MP, ultra-wide de 8 MP e macro e de profundidade com 5 MP cada. A frontal tem resolução de 20 MP.

Redmi Note 10S: excelente intermediário para jogar

A Xiaomi tem muitos ótimos modelos na categoria de intermediários, e o Redmi Note 10S é uma figura frequente em ofertas nas últimas semanas. Tanto que pode até valer mais a pena que o Redmi Note 10, modelo teoricamente mais acessível, mas cujo valor pode não ser tão interessante quanto os cerca de R$ 1.400 do modelo que fica logo acima, considerando o que cada um entrega.

O intermediário da Xiaomi tem tela IPS LCD de 6,43 polegadas que usa resolução Full HD (1080 x 2400 pixels), sem taxa de atualização aumentada. A plataforma é da MediaTek, o chip Helio G95, que tem processador de oito núcleos e pode chegar à velocidade de 2,05 GHz. O Redmi Note 10S pode ser encontrado com opções de 6/64 GB, 4/128 GB, 6/128 GB e 8/128 GB de memória, sendo que a de 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento é a única vendida oficialmente no Brasil.

O conjunto de câmeras conta com quatro sensores na parte traseira, sendo um principal de 64 MP, um ultra wide de 8 MP, um macro de 2 MP e um de profundidade também de 2 MP. A frontal tem 13 MP, e a bateria conta com 5.000 mAh e carregamento de até 33 W.

Galaxy M62: quase topo de linha a preço de intermediário

Um dos mais poderosos celulares intermediários da Samsung aparece frequentemente em promoções, e tem tudo para ser um dos alvos de varejistas durante a Black Friday. O Galaxy M62 já chegou a aparecer por cerca de R$ 1.500, e é bem provável que retorne a esta faixa durante os dias do maior evento de ofertas do ano.

Para quem não conhece, trata-se de um potente smartphone com hardware semelhante ao Galaxy Note 10, incluindo a plataforma Exynos 9825, que tem processador de oito núcleos e pode chegar à velocidade de 2,73 GHz. Também tem 8 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno. A tela Super AMOLED de 6,7 polegadas tem resolução Full HD (1080 x 2400 pixels), porém está limitada à taxa de atualização de 60 Hz.

O Galaxy M62 tem bateria com 7.000 mAh, com carregamento de 25 W. Para fechar, o conjunto de câmera é quádruplo, com a principal de 64 MP, enquanto a frontal tem 32 MP.

Motorola Edge 20: tela OLED e 5G em um ótimo intermediário

A linha de celulares da Motorola que aposta forte nas telas OLED chegou a pouco tempo, e já começa a aparecer em ofertas regulares. O Edge 20 é o modelo intermediário do trio, com boas especificações, câmeras poderosas e suporte ao 5G. E já chegou a custar menos de R$ 3.200, preço que quase certamente se repetirá na Black Friday.

O Motorola Edge 20 tem tela OLED de 6,7 polegadas que usa resolução Full HD (1080 x 2400 pixels) e taxa de atualização de 144 Hz. A plataforma Snapdragon 778G tem processador de oito núcleos com velocidade máxima de 2,4 GHz e tem suporte ao 5G. No Brasil, o celular tem 8 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno.

Ele ainda tem 4.000 mAh de bateria com carregador de 30 W e conjunto de câmeras triplo na parte traseira. Além da principal de 108 MP, o aparelho conta com uma lente híbrida ultra wide e macro com 16 MP e uma teleobjetiva de 8 MP que faz aproximação óptica de 3x. Já a frontal tem 32 MP.

Galaxy S20 FE: o mais popular custo-benefício da atualidade

A versão mais acessível de uma das linhas mais poderosas da Samsung em 2020, o Galaxy S20 FE tem grande volume de buscas e está constantemente em oferta. Esta popularidade toda não é por acaso: o potente smartphone entrega recursos que nenhum modelo de sua faixa de preço possui. Ele oferece proteção contra água e poeira, modo desktop e recarga sem fio reversa por menos de R$ 2.500 — e já chegou a ficar abaixo dos R$ 2.000.

O Galaxy S20 FE tem tela Super AMOLED de 6,5 polegadas com resolução Full HD (1080 x 2400 pixels) e taxa de atualização de até 120 Hz. Ele chegou inicialmente com o Exynos 990, mas agora é mais fácil encontrar modelos com o Snapdragon 865 em estoque, que dá uma estabilidade melhor quando você exige mais do processador. Há versões com 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento ou com 8 GB de RAM e 256 GB de espaço interno.

A bateria é um de seus pontos fracos, no entanto, com 4.500 mAh, mas o carregamento pode ser rápido, de 25 W (vendido separadamente; na caixa tem um adaptador de 15 W). O conjunto de câmeras é triplo e inclui principal de 12 MP, ao passo que a frontal tem 32 MP. E ainda tem modo DeX, que transforma o celular em um computador ao ser conectado a uma tela grande; certificação IP68, contra água e poeira; e recarga sem fio, incluindo reversa.

iPhone 11: o celular da Apple barato que vale a pena

Se você quer um iPhone, o modelo de 2019 é a melhor opção barata do momento. Ele já traz a aparência mais atual, com display de poucas bordas, e ainda tem conjunto com câmera dupla na parte traseira e Face ID para desbloquear a tela. Seu melhor preço nos últimos seis meses ficou na faixa dos R$ 3.300, e pode ser que este patamar se repita durante a Black Friday.

O celular da Maçã tem tela Liquid Retina IPS LCD de 6,1 polegadas e usa resolução HD (828 x 1792 pixels), com toda a qualidade e ajuste de cores e nitidez que a Apple oferece. A plataforma A13 Bionic conta com um processador de seis núcleos que ainda tem velocidade de processamento maior que muito aparelho Android atual. Além disso, ele traz 4 GB de memória RAM e pode ser encontrado com 64 GB, 128 GB ou 256 GB de armazenamento.

A bateria tem 3.110 mAh e já é das primeiras a realmente aguentar um dia inteiro longe da tomada. O aparelho ainda tem suporte a recarga rápida de 18 W e também pode ser carregado sem fio. O conjunto de câmeras é duplo e tem toda a qualidade Apple. Aliás, especificações de celulares da Maçã não enchem os olhos, mas sabemos que entregam ótima qualidade e experiência difícil de encontrar nos concorrentes.

Poco X3 Pro: o "sucessor" do popular Pocophone F1

Considerado o sucessor do Pocophone F1, que trouxe hardware topo de linha em conjunto que ajudou a reduzir custos, o Poco X3 Pro é mais uma figurinha frequente nas promoções de varejistas. O preço do dispositivo já chegou a cair para a faixa dos R$ 1.300 em setembro, e pode ser que retorne a este patamar durante a Black Friday.

É um preço muito interessante por um celular que tem a plataforma Snapdragon 860, que é uma pequena atualização para a Snapdragon 855, lançada em 2019. Este modelo tem opções de 6/128 GB e 8/256 GB, e pode ser uma boa ficar de olho nos preços da variante mais parruda, já que você tem bem mais memória por cerca de R$ 200 de diferença, apenas. O celular da Xiaomi ainda tem o display de 6,67 polegadas com resolução Full HD (1080 x 2400 pixels), mas traz o painel tipo IPS LCD, e não OLED. E dá para usar uma taxa de atualização de 120 Hz, para aumentar a fluidez das animações.

O Poco X3 Pro ainda tem 5.160 mAh de bateria, com carregador de 33 W, que pode ser preenchida até 59% em 30 minutos ou 100% em até 59 minutos, segundo a fabricante. O conjunto de câmeras traseiro é quádruplo e tem como principal um sensor de 48 MP, enquanto a frontal tem 20 MP.

O preço oficial dele assusta: R$ 3.600 na loja da Xiaomi. E aí vale um alerta: os melhores preços são encontrados em marketplace, ou seja, importadores que trazem o produto da China para revender por aqui. Isso significa que você fica com garantia reduzida para apenas três meses, quando oferecida pelo lojista. A opção oficial é mais cara, mas tem todo o suporte oficial da marca, incluindo 12 meses de proteção contra problemas de fabricação.

iPhone 12: celular da Apple com 5G

Quem quiser um dos melhores celulares da Apple no momento, pode aproveitar os descontos de Black Friday para adquirir um iPhone 12. Você pode até se perguntar: “se é para indicar o melhor smartphone da Maçã, por que não os mais novos?”, e eu digo que é porque os quatro modelos da série iPhone 13 estão com falta de estoque, e é pouco provável que tenham boas ofertas nas próximas semanas. O modelo de 2020 já chegou a ficar na faixa dos R$ 4.500 nos últimos seis meses.

O iPhone 12 tem tela Super Retina XDR OLED de 6,1 polegadas e usa resolução Full HD (2532 x 1170 pixels). A plataforma A14 Bionic conta com um processador de seis núcleos e GPU de quatro núcleos, com potência mais que suficiente para qualquer aplicativo ou jogo atual. Além disso, ele traz 4 GB de memória RAM e pode ser encontrado com 64 GB, 128 GB ou 256 GB de armazenamento.

A bateria tem 2.815 mAh e suporta recarga rápida de 20 W, além da sem fio de 15 W via MagSafe. O conjunto de câmeras é duplo com 12 MP tanto na principal quanto na ultra wide, e tem toda a qualidade Apple. E, assim como todo iPhone atual, tem certificação IP68 contra água e poeira.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos