Mercado fechado

'Melhor vender enquanto vale alguma coisa', diz Paulo Guedes sobre Banco do Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, não descarta privatizar o Banco do Brasil; saiba mais(Divulgação)

O principal foco da equipe de economia do governo federal, comandada por Paulo Guedes, para equilibrar as contas públicas é privatizar empresas estatais. Nesta semana, o secretário especial de desestatização e desinvestimento do Ministério da Economia, Salim Mattar, indicou que apenas três estatais seriam mantidas: Petrobras, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO NO SEU WHATSAPP

“Se vendêssemos, poderíamos reduzir nossa dívida a R$ 3 trilhões e poderíamos investir mais em obras de infraestrutura e benefícios para população em saúde, educação e segurança”, informou o secretário.

Mas de acordo com a revista Veja, o ministro da Economia, Paulo Guedes, não descarta privatizar o Banco do Brasil. Em uma conversa com um interlocutor, ele teria dito sobre a estatal: “melhor vender enquanto vale alguma coisa”.

Subsidiárias

Mattar não descartou vender subsidiárias das estatais, inclusive as da Petrobras. A Petrobras é uma companhia muito boa, mas não é o que anunciam em termos de produtividade e eficiência. Quando pegamos outros comparáveis, vemos que a produção de funcionário de outras companhias é o dobro”, declarou.